Índio da Costa: vitimização e cinismo

Enquanto a campanha eleitoral na internet está como se diz no futebol: do pescoço pra baixo tudo é canela. "Pode bater que tá valendo!". A bola da vez agora foi a atuação do vice de Serra, Índio da Costa. Na terça feira (19), ele reuniu-se com cerca de 500 líderes políticos e integrantes da igreja batista no bairro da Tijuca, zona norte do Rio, e após o encontro, que durou cerca de uma hora, o candidato convocou os militantes a andar com ele pelas ruas fazendo uma campanha pró-Serra.

índio ator

Dos 500 políticos presentes, nem 50 o seguiram. Mesmo assim o candidato prosseguiu entrando nas lojas, distribuindo santinhos, beijos e afagos (como um bom político evangélico que é). No fim da caminhada, e ao ver que muitos jornalistas se aproximavam, ele pediu a um de seus militantes que saísse e voltasse depois para uma "encenação".

O rapaz então saiu, e voltou em seguida no meio do tumulto com os jornalistas. Daí interpelou Índio (como se não o conhecesse) perguntando se era verdade mesmo que José Serra iria criar um imposto para taxar os evangélicos como ouviu dizer dos petistas no templo da igreja universal. Então, num misto de surpresa, e naquele show de cinismo que só fazem os bons atores de um filme, Índio chamou os jornalistas e disse: "Estão vendo senhores! Estão vendo as mentiras que eles inventam de nós! Fique tranquilo caro eleitor, é tudo mentira. Serra não vai taxar ninguem, não fará nada disso!". Índio se expressava como se estivesse realmente indignado, enquanto o seu amigo, que fingia-se de um eleitor indeciso, escutava-o atentamente.

Pois é caros leitores, cenas mais cinematográficas do que essas nestas eleições impossível. O jogo é tão feio e sujo que malabarismos como esses é uma rotina. E, realmente, só é no inferno mesmo que se registram tais coisas.

Fonte: Valor

2 Comentários:

Fábio Mayer disse...

Imposto para taxar evangélico é bpato criado por alguém com cérebro de pulga! Não se pode criar taxa ou imposto a partir da religião de ninguém, será que isso não é óbvio, ululante e reluzente?

Essa campanha me envergonha como brasileiro... estamos mais baixos em 2010 que os coronéis que decidiam os pleitos na República Velha.

SEULLUNGA disse...

Cara, você até pode não gostar de José Serra. Espero que para não gostar dele você tenha lido a sua biografia. De Jovem pobre e estudante a politico de sucesso hoje. E espero que voce tenha lido a história de Dilma Roussef. Não a história da guerrilheira sanguinária, mas como ela é produto de uma familia da alta burguesia, e que simplesmente optou pela militancia esquerdista não exatamente por uma visão franciscana de ajudar os pobres e necessitados - Mas em primeiro plano pela paixonite pelo seu primeiro marido,este sim um militante da esquerda - E note que embora usasse imóveis (Um apartamento sómente em BH)da familia(a familia ou seja ela tem fortuna própria e muitas propriedades que geram renda), ela nunca colocou um tostão da sua fortuna pessoal a favor da sua própria causa!!!
Então informe-se e veja se realmente o Serra é esse monstro que você diz! Veja quem é o legitimo representante dos pobres nesta história! Mas se eu estou dizendo que a Dilma é rica, por que ela quer ser presidente? O poder meu amigo é maior do que a ambição da riqueza!
Embora pareça não sou exatamente um eleitor fanático do Serra, apenas como costumo dizer em eleições escolho dos males o menor. E Dilma com certeza é o maior dos males.
Veja por exemplo como você mesmo perdoa todos os atos infames dos membros do PT, minimiza-os, nega-os, não acredita, recusa-se a aceitar como verdadeiros o que se diz sobre corrupção do PT - Mas quando se trata do Pessoal do Serra ou até outros que façam oposição(Marina por exemplo) maximiza qualquer pequena falha ou fato, atribuindo ao grande careca vilão a urdição e ordenação de todos os fatos.
Como você fez agora com o candidato a vice.
Abraços sinceros, assino o seu Feed e admiro o seu trabalho apesar da cegueira politica...

Postar um comentário

- Comente, é sempre bom saber sua opinião.
- Comentários ofensivos ou mal educados não serão publicados.
- Comentários anônimos serão publicados se relevantes.
- Para criticar, sugerir ou elogiar, vá aqui.