Projeto de lei para controlar a internet é o que não falta

Circula no congresso dos EUA, um projeto de lei conhecido como GOFA, que daria plenos poderes ao presidente americano, para que ele, em caso de um ataque cibernético ou uma crise de cybersegurança, possa desconectar da internet todos os PCs públicos e privados sem intervenção do poder legislativo ou do judiciário. Essa ideia, que é apenas mais uma de muitas com a intenção de controlar a Net, foi criada por parlamentares americanos que são famosos por 'casos obssessivos e conspiratórios' naquele país. A organização NetChoice expôs, em seu site, as 10 piores propostas de controle a rede que tramitam por lá.

Projetos para controlar a internet tem aos montes por aí!

Recentemente, eu li sobre o projeto de controle a rede que teve o apoio do presidente Sarkozi, e que havia até sido aprovado pelo senado na França.

A ideia daquele projeto era que, vigiado pelos provedores, os usuários não poderiam baixar para seus PCs conteúdo protegido por direitos autorais. Se o fizessem, em um primeiro momento, seriam advertido por e-mail. Se continuassem, recebiam carta registrada e, se insistissem, eram banido da internet por um ano. Ficavam ainda proibido de acessar e até de contratar outro provedor. O projeto não decolou. Foi arquivado pelo Conselho Constitucional da França que, entre outras razões, revelou que ele violava o direito de privacidade e os príncipios da presunção de inocência.

Aqui no Brasil, continua a polêmica novela em torno da lei Azeredo (PL 84/1999).
No entanto, apesar de saber que algo realmente precisa ser feito, eu concordo que o direito de acesso, para todos, é essencial. E que isto não pode, e nem deve, nunca ser suprimido - salvo, claro, quando for em caso de decisão judicial.

6 Comentários:

Carlos Emerson Jr. disse...

E fico imaginando como seria feito um controle desse tipo, aqui no Brasil. Duvido que as "autoridades competentes" tenham um mínimo de capacidade para se meter numa missão dessas!
É aquela velha história: fazem a lei e depois não sabem como aplicá-la.

A Itinerante - Neiva disse...

Neto, meu anjo (rsrs),

Você sabe que lendo seu texto pensei numa coisa doida doida?

Pensei que se isto acontecesse realmente e a internet fosse controlada, realizaria meu sonho que é participar de um movimento de resistência e sabotagem ao governo.

Até imaginei-me numa reunião em porõezinho escuro, camarada armado vigiando a porta, arquitetando um "ataque" ao poder.

Eles que ousem! kkkkk

Beijos.

Daniel disse...

Criar censura à internet seria a maior violação contra os direitos indivíduais da história! Sou totalmente contra. Um abraço.

http://contesta-acao.blogspot.com

Éverton Azevedo disse...

No entanto, apesar de saber que algo realmente precisa ser feito, eu concordo que o direito de acesso, para todos, é essencial. E que isto não pode, e nem deve, nunca ser suprimido - salvo, claro, quando for em caso de decisão judicial.(2)

Nao acrescento.

paulo disse...

Sou contra qualquer tipo de censura.
Não podemos e nem devemos concordar com isto.

Abraço

Anônimo disse...

Chiste, diz:

SÉCULO XXI- A VELOCIDADE DA INFORMAÇÃO
As informações no Século XXI, com o advento da internet,se multiplicam rapidamente na mesma forma como se propagam as epidemias.

Não podemos esquecer que noticias sobre desgraças, tragédias, fatalidades se espalham facilmente numa velocidade incrível e, em compensação, a boa noticia, geralmente, se limita a pequenos círculos, ou seja:

UMA MÁ NOTICIA É UMA BOA NOTÍCIA “NO DIVULGAR”;
UMA BOA NOTÍCIA E UMA MÁ NOTICIA “NO PROPAGAR”.

Os acontecimentos ao caírem na rede virtual tornam-se, “num estalar de dedos”, de domínio público e este fenômeno é facilmente explicado através da matemática pela fórmula PG.

Progressão Aritmética Geométrica

Para calcular é fácil: “CLIQUE” e Insira os dados na Calculadora Online

(http://www.calculadoraonline.com.br/view/progressao-geometrica.php)

Função geral de uma PG: t1 x r(n - 1)

[primeiro termo x razão (quantidade de termos – 1)]


Exemplo: Partindo do número de 10 pessoas que poderão afetar mais 10 e assim por diante teremos, após 10 dias, alcançado o número 10.000.000.000

10 [1], 100 [2], 1000 [3], 10000 [4], 100000 [5], 1000000 [6], 10000000 [7], 100000000 [8], 1000000000 [9], 10.000.000.000 [10]

Postar um comentário

- Comente, é sempre bom saber sua opinião.
- Comentários ofensivos ou mal educados não serão publicados.
- Comentários anônimos serão publicados se relevantes.
- Para criticar, sugerir ou elogiar, vá aqui.