Atire a primeira tecla quem nunca usou o ctrl+c e o ctrl+v do windows

Volta e meia surgem discussões na web sobre o copy and paste e os direitos autorais. Como todo mundo já sabe, a internet e o s.o. windows proporcionaram a todos o copiar e colar, e a própria dinâmica da web fortalece mais ainda esse conceito. O problema está no uso abusivo que 'algumas pessoas' fazem dessa ferramenta sem dar os reais créditos a seus autores pois, a violação de direitos autorais é crime previsto em lei. Porém, eu faço uma pergunta a vocês: seria justo, por este motivo (copiar e colar), condenar alguém?

E a discussão sobre os direitos autorais na web continua...
Eu não defendo copiadores e nem plagiadores. Sou totalmente contra quem faz isto. E acredito que, copiadores descarados de textos, de artigos, de trabalhos, idéias ou seja lá o que for de outras pessoas, deveriam realmente serem punidos. Penso que, ao menos, este fato os estimulariam a usarem sua própria criatividade, e a aprender, porque o que fazem representa sim, roubo de propriedade.

Falar em apenas dar uma advertência seria pouco. Enquanto a legislação sobre os direitos autorais na web não for tão difundida, para muita gente, copiar e colar não será nenhum erro. Eles continuarão achando que "caiu na rede é público".

Eu já tive alguns textos reproduzidos, e também já fui vítima de oportunistas e anônimos mas, sempre que escrevo algo sobre qualquer assunto, deixo minha opinião e linko a fonte de onde partiu o artigo original. Para mim, blogs são conversações, troca de experiências e convergência. E tudo isso é bastante saudável.

Embora algumas pessoas vejam como um elogio - "ter um artigo seu reproduzido ou copiado" -, fica realmente muito chato para o criador original do texto. O bom é que, para nossa sorte, é possível notar mais tarde que, quem fica fazendo somente cópias, acaba como todos os outros que começam com isso: sem credibilidade e, na vala da internet.

8 Comentários:

Abraão disse...

Neto

Blogueiros que eu conheço me disseram que, quando encontram posts seus copiados na web e sem os créditos, tomam uma atitude interessante: expoem o nome do copiador num post para que todos vejam que é a figura. Daí ele passa vergonha ou corrije o erro.

Acho que é por aí!

Fernanda disse...

Neto, ninguem que eu conheça daria credibilidade a um apessoa que age assim!

bjs

Fábio Mayer disse...

Não é preciso usar tecla ctrl V ou ctrl C para copiar alguma coisa. O cara que quer copiar sem que alguém percebe, copia a idéia do texto e escreve outro com modificações, é plágio do mesmo jeito, mas sem que ninguém tenha argumento para reclamar.

EU tive alguma vida acadêmica, de modo que sempre que copio alguma coisa de alguém, por hábito cito a fonte.

Mas o fato é que o plágio corre solto e na net, é o de menos, porque conheço muita gente que apresentou TCC para terminar curso superior, que não escreveu uma linha e não pesquisou um mísero livro.

Marcos Pontes disse...

Sou a favor da condenação, sim, Neto. dependendo do plágio, as consequências podem ser muito danosas para o autor original. Já fui vítima e me irritei muito. Até o site do estádio João Havelange copiou texto meu e exici que fossem colocados os créditos. Por sorte a coisa foi resolvida amigavelmente.
Já fui acusado, também, de ter plagiado e terminei provando não tê-lo feito.
O que não aceito é a tal Common License, que Gil, ludibriado ou por incompetência, defendia e o ministério da Cultura continua defendendo. É uma licença inconstitucional, oposta ao Copy Right.

Daniel disse...

A cópia indevida é uma das contra indicações da net, infelizmente. Um abraço.

http://contesta-acao.blogspot.com

A cor da Imaginação disse...

É muito interessante essa abordagem, o ctrl c e ctrl v são prejudicou muitos colegas meus.Os textos do autores nos ajudarm a construir os nossos, mas copia-lo como se fossem nosso é foda.

A Itinerante - Neiva disse...

Neto,

Parecei de fazer banners e trabalhar com imagens por este problema. Muitas vezes é difícil encontrar a origem da imagem e em outras de contatar o autor e pedir licença para uso.

Agora uso somente algumas imagens nos posts, sem montagens e sempre que possível, solicito autorização do autor. E já tive autorizações concedidas, de gente que estava sei lá em qual parte do mundo, com os quais falei usando o google translate.

É complicado? É. No mundo dinâmico da internet este processo todo de localizar o autor, ir lá, pedir autorização e aguardar é meio inviável. Isto quando eles concedem autorização. A autora da imagem que eu queria usar no meu novo template negou autorização.

Enfim, é complicado percorrer o caminho correto e é chato não o percorrer.

Menciono fontes sempre que possível, mas não é o suficiente. Uma vez a autora de uma imagem que usei para ilustrar um post reclamou do uso e tive que tirar, embora tivesse mencionado a fonte desde o início (imagine se não o tivesse feito)!

Quanto à músicas e textos, é mais complicado ainda.

Já vi diversos textos do Terra e Uol copiados com todos os pontos e vírgulas em vários blogs, sem a menor menção de fonte, como se fossem de autoria própria. E em blogs amigos. Fazer o quê?

Faço de conta que não visitei o tal blog nos dias em que isto ocorre. :(

Beijos

Almerindo Neves disse...

http://s105.photobucket.com/user/Almer_Neves/media/MANUALCOMPLETO-COMOECREVERLIVROSUTILIZANDOCTRLC_zpsa201223f.jpg.html?sort=3&o=0

Postar um comentário

- Comente, é sempre bom saber sua opinião.
- Comentários ofensivos ou mal educados não serão publicados.
- Comentários anônimos serão publicados se relevantes.
- Para criticar, sugerir ou elogiar, vá aqui.