Quando o Filho não sabe quem é o Pai

Uma leitora deste blog, de nome Adriana, leu este post que escrevi aqui e, sensibilizada, deixou o seguinte comentário abaixo. Ao invés de respondê-la lá mesmo nos comentários, eu resolvi fazê-lo aqui (com outro post) porque, acredito, o caso dela talvez não seja único, e exista muitas outras mulheres em idêntica situação. Óbvio que eu não me considero um especialista no assunto - e até aconselho-a a procurar uma profissional na área -, mas vou deixar registrada aqui minha impressão a respeito deste tema tão sensivel.

O comentário dela: "Olá Neto! Quando eu engravidei, morava em São Paulo e era solteira. Mudei de cidade e, ainda grávida, iniciei um novo relacionamento e me casei. Hoje, meu filho tem três anos e ainda não sabe a verdade. Meu atual marido o trata como pai, mas estou ansiosa e aflita. Quero falar-lhe a verdade, mas não sei qual a melhor idade para contar tudo, e de que maneira devo falar. Me aconselhe".

pai-filho-verdade

Minha resposta: A melhor idade para contar é a da compreensão da criança. Por exemplo, a hora em que seu filho se interessar pela forma que nascemos. Tão logo ele comece a entender o que é gravidez e parto, então estará apto também a ver a diferença entre o pai biológico e o pai atual que o cria, que, independente disso, pode ser considerado verdadeiramente o pai dele. O ideal é falar com naturalidade e sinceridade.

Observe também que, sejam quais forem as razões de você não ter se casado com o pai biológico e os seus sentimentos a respeito (raiva, culpa, vergonha), não as esconda da criança. Não é justo, pois a insegurança, a dúvida, a negação ou a mentira sempre traumatizam mais que a verdade. E lembre-se que a criança não tem nenhum preconceito em relação a isso. Quem propicia e instiga esse olhar são os adultos.

Falar a verdade é e sempre será o seu dever de mãe, mas pense também na possibilidade de ter informações sobre o pai biológico para, no futuro, proporcionar um eventual contato (ou encontro) entre ele e o seu filho. Afinal, se o menino quiser conhecê-lo, ele terá direito a isso.

22 Comentários:

C. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Neto,

Obrigada pela resposta. Fico feliz em saber que no mundo há pessoas como você! Obg!

Adriana

Anônimo disse...

Ola,

Meu caso é parecido, só que com alguns outros problemas.Minha filha vai fazer 5 anos e chama meu marido(que nao é pai biologico dela) de pai.Eu e o pai dela nos separamos quando ela tinha 6 meses, nao tenho mais nenhum tipo de contato e ela nunca a procurou.Porém, meus pais, nao aceitam que ela chame meu marido de pai e estao aos poucos contando pra ela que ela nao tem pai...Contra a minha vontade, pois, a minha ideia era contar á ela mais tarde, depois que ela ja estivesse entendendo melhor as coisas.

C. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
edvania disse...

Acho sim muito certo o filho processa o pai por falta de carinho,tem um filho de oito anos e ele sente muito a falta do carinho e amor do pai ,por vê outra criança terem pai conviver com o pai e ele n,sinto muito por meu filho choro muito quanto e dia dos pais porque ele pergunta pra mim pra que vai dá a lembrancinha que trais escola feita pro pai.Mais espero que um dia ele supere tudo isso porque estou ao e te mim sempre vai de amor suficiente pra ele. Edvania

Anônimo disse...

Passo por esse problema tambem.Minha filha tem 5 anos e trata meu marido que não é o pai biologico como pai.Só que agora o pai biologico quer contato com ela e não sei como contar isso a ela,qual a melhor maneira de contar,explicar?Dizer que tem 2 pais?Sera que vai entender por ter apenas 5 anos? Me ajude...

Anônimo disse...

Sou pai. Namorava uma moça e ela engravidou (sempre eu e ela tivemos alguma dúvida se eu era o pai e tal, mas eu tinha um sentimento de que eu era o pai sim), acompanhei toda a gestação, mas nao vi minha filha nascer. A mae mudou de cidade e quando a criança nasceu a mae se casou com outro homem, que registrou a criança e cria até hoje. Não sei como é o tratamento entre eles e tal. E a mae nunca veio atras de mim.
Mas um mes atras a mãe me procurou para segundo ela esclarecer a situação (nao sei se teve o consentimento do marido dela, acho que nao); fizemos o exame de DNA e deu positivo; porem ela disse que nao quer que eu vá atras, que no momento nao precisa de nada de mim e que se um dia a criança quiser me conhecer ela vai contar. Mas sempre tenho aquele sentimento de querer ir atras, acompanho pelo facebook as fotos da criança desde que ela nasceu, e se eu for atras o que vai se passar na cabeça da criança que hoje tem 3 anos e sem falar no que que leva uma mae depois de 3 anos vir atras e nao querer nada?!.. Já pensei em ir atras, falar para o marido dela "muito obrigado por ter criado minha filha, mas agora é comigo", não quero prejudicar o casamento dela, porem se eu for atras tenho que entrar com um processo de reconhecimento de paternidade, depois regularizar visita e pensão. É minha filha, quero que ela saiba que tem um pai, quero participar da vida dela. E ai, vou atras?

Anônimo disse...

sim, você deve ir atrás. Se fez o teste e você é o pai, a melhor coisa que pode fazer é reconhecer sua filha. Tente primeiro, conversar com a mãe, diga tudo isso que disse aqui, que não quer causar problemas, mas quer participar da vida de sua filha. É um direito SEU e de SUA filha. Com calma, respeito e se for preciso, com o amparo da lei, vocês podem sim conviver todos bem.

Anônimo disse...

oi bom dia eu estou com uma duvida mortal eu eu sai com uma menina a dois anos atrás nos transamos sem camisinha ai passou umas semanas ele me preocurou e falou que eupagasse o enxoval so que ai passou mas umas semanas ela falou que e mestruacoa dela tinha descidohj a garota tem um ano e sete meses so que as colegas dizem que o filho se parece comigo e tudo mais so que ela fala que o filho e de outro por favor o que eu faco

Anônimo disse...

E quando a mãe não quer dizer quem é o pai biológico? O que fazer? Tem lei que obrique a mãe a dizer a verdade?

Anônimo disse...

Olá, tenho um filho de 3 anos e moro com os meus pais, o meu filho chama o meu pai, de pai. Um dia ele falou que ele tinha que dormir sozinho, pois dormimos no mesmo quarto , mas em camas separadas. E ele disse que eu tinha que dormir com o pai- que é meu pai, pois ele disse que no desenho animado pai dorme com a mãe. Como devo responder a esta explanação?????????????????????????????????

Anônimo disse...

Me separei quando minha filha tinha 10 meses, e quando ela tinha 1 ano e 3 meses me casei novamente,hoje ela tem 2anos e meio e trata meu atual marido como pai,os meus sogros como avós e minhas cunhadas como tias,pra ela não existe outra família,mesmo o pai biológico pegando ela eventualmente...Eu gostaria de saber como faço e quando faço para explicar essa situação pra ela, pois tenho medo que a explicação do meu ex marido faça com que eu passe por ruim e ele a vítima, sendo que ele tem 99,99% da culpa da nossa separação.Obrigada!

Anônimo disse...

namorei o pai da minha filha 5 anos, quando eu engravidei ela me abandonou, nao quis saber de nada, quando minha filha nasceu ele foi no hospital ve-la de pois ia na minha casa só visita-la e nao dava nada pra ela, agora ela ja está com 5 anos, e quer conhecer o pai, eu contei toda a historia pra ela, e disse que nunca proibi ele de visita-la, ja mandei um recado pra ele ir em casa ve-la, mais ele nao aparece, o que fazer em uma situação dessas, tenho medo de que minha filha fique traumatizada.

Patricia Rodrigues disse...

Engrtavidei com 17 anos e não sabia que estava gravida, quando dei por mim o cara já havia se afastado e nao sabia onde encontra-lo, hoje meu filho tem 9 anos e perguntou quem é o pai dele. Não sei por onde começar, se falo a verdade ou minto para amenizar essa situação.

J. Neto disse...

Patricia,

Não minta. Conte toda a verdade para ele a partir do momento que seu filho passar a entender um pouco a situação. E, se possível, busque um contato da criança com o pai verdadeiro dele. tente não misturar suas emoções (como a separação e a mágoa que sofreu) nesse caso, pois se fizer, será ainda pior para a criança.

A mentira pode amenizar momentaneamente, mas é uma ilusão. No futuro, será uma dor ainda maior pra você. A verdade alivia a alma.

Anônimo disse...

Bom, tenho 16 anos, e sempre tive a duvida de querer saber quem era me pai, minha mae nunca me contou, sempre que falo sobre isso, ela mudou de assunto e já fica nervosa, disconfio de dois homens que talvez possa ser, eu quero muito saber, um direito meu poxa, não é fácil viver sem um pai, onde tenho que tampar o sol com a peneira, em festinhas no dia fos pais, e ate mesmo pra fazer o RG, td isso me machuca, me magoa

Anônimo disse...

Oi tenho 1 filha ela ta com 5 anos na epoca o pai biológico nao asumio pois tinha uma família eu voltei com meu namorado k registro ela agora o pai biológico k ter contato qual idade pra falar pra ela ta com 5 anos.hoje.

Lua disse...

Tenha uma filha de um relacionamento, antes dela nascer terminamos ele se mamteve por perto mmais nunca ajudou com.nada. Quando ela nasceu ele registrou e a visitou por 1 semana , brigamos por que queria uma ajuda e ele nao queria dá, depois disso ele sumiu, 1 mes depois reatei com meu ex marido o qual assumiu minha filha hoje com 2 anos. O pai biologico diz p os outros q não procura pq eu não deixo, o que não é verdade e nesses 2 anos nunca mais viu. Hoje meu esposo quer adotar minha filha, mais eu nao sei se isso é possivel.

Anônimo disse...

Oi, sei que seu poste é antigo então talvez possa me ajudar. Vivo uma situação parecida, é quero contar pro meu filho, como vc fez e qual foi a reação da sua filha?

Anônimo disse...

Ola tenho uma filha de 6anos ela não sabe sobre o pai biologico é uma idade boa pra conta??

Anônimo disse...

Só que Você tem que entender que ele também é o pai,você não pode simplesmente tira-lá da vida dele,não é assim certeza que sua filha o ama então vai com calma...

Anônimo disse...

Tenho um filho com 15 anos ele não sabe que o pai que criou ele até hoje não é o pai biológico, mais meu esposo sabe que ele não e, mais agora que sou crente está me incomodando esse assunto, meu esposo fala que se eu quiser contar posso contar, mais que ele tem medo do meu filho chama ele de padrasto e agora, estou em uma situação meia difícil ne, e agora o que fazer, meu Deus sabe da verdade, mais meu pastor não é meu filho também nao, tenho medo de contar e meu filho se revoltar, porque engravidei com 16 anos e fiquei com uns três em 15 dias então de dois eu não sei aonde encontro somente um, e aí eu grávida conheci meu atual esposo e me assumiu com minha barriga e pediu para não contar para a família dele é que eles não soubesse a verdade é assim está até hoje todos pensam que meu filho e dele, e no mesmo estante tenho medo de morrer e meu filho saber de.outra forma, porque eu e meu esposo falamos que iríamos levam para o túmulo e agora, mais minha família sabe só que mora em outra estado. O que devo fazer, pensando hoje é falando com Deus achei melhor contar pra ele quando ele fizer 20 anos que aí ele está mais amadurecido né o que vcs me diz????

Postar um comentário

- Comente, é sempre bom saber sua opinião.
- Comentários ofensivos ou mal educados não serão publicados.
- Comentários anônimos serão publicados se relevantes.
- Para criticar, sugerir ou elogiar, vá aqui.