Homem não chora? Que bobagem! Homem também deve chorar

As mulheres muitas vezes não sabem quão duro é ser homem. A elas é dado o direito de seguir a mãe e toda a linhagem feminina: devem ser boas amantes, boa esposa, boa profissional, boa mãe, boa dona de casa e por aí vai. Aos homens, desde cedo, nada lhes é ofertado, e ainda lhes é dito permanentemente que é proibido chorar, expressar sentimentos, demonstrar receio, não ser dócil nos relacionamentos, etc. O que se espera deles é que sejam fortes, insensíveis, duros, machões.

chorar-é-humano

No dia a dia dos homens, essas exigências parecem despercebidas, mas é grande a pressão que eles sofrem. Quem nunca ouviu a frase "homem não chora", dita muitas vezes por nossos avôs e avós em um tempo no passado que não havia um bom diálogo, ou com menos abertura para o diálogo que nos tempos atuais?

A verdade é que, para os homens, ficou estabelecido no histórico das tradicionais famílias – e na cultura familiar - que eles é quem devem ser os provedores da casa, os gestores, e devem seguir as figuras masculinas na família, de preferência como guerreiros, com o mesmo comportamento de seus pais e avôs. Assim, hábitos e padrões de comportamento de gerações anteriores repercutem no seu “eu atual” e, por vezes, os dificulta de serem eles mesmos: "seu pai fez assim, você também vai ter que fazer!"

Antes que alguém pense que eu estou desmunhecando, vou explicar: este comportamento de imitar os pais às vezes afasta os homens de viverem suas próprias experiências, de adquirir a sabedoria única, exclusiva, própria do exercício da singularidade e de sua individualidade pelo mundo. Muitos homens vivem hoje como "robôs programados" em casa, infelizes em sua essência. E não existe ditado mais óbvio que aquele que diz: "nem sempre o que é bom para uma pessoa é bom para a outra".

Que mal há em chorar? Que mal há em derramar lágrimas e assumir que deseja (ou desejou) aquela pessoa que não é aceita por sua família? Que erro há em mostrar que ama quando o coração bate mais forte?...

Ser homem também é estar em paz com sua "porção mulher" como diz Gilberto Gil na canção Super Homem. E esta "porção mulher" nada mais é do que a porção da harmonia, do afeto, da certeza e da solidariedade que precisamos ter para nos relacionarmos melhor com as mulheres. Com as diferentes e mais belas mulheres.

3 Comentários:

C. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Roberto Hyra disse...

Amar é divino. Chorar é humano. Agora por tudo se chora; por amor, por ódio, medo, alegria...

É como disse aquele poeta:
"pior mesmo é a dor de não poder chorar"

Abraço Neto!

Gui Fialho disse...

Quem vive de aparência, quem disfarça muito, quem tranca suas lágrimas para não mostrar sua dor em público é quem sofre mais. Chorar é normal.

Postar um comentário

- Comente, é sempre bom saber sua opinião.
- Comentários ofensivos ou mal educados não serão publicados.
- Comentários anônimos serão publicados se relevantes.
- Para criticar, sugerir ou elogiar, vá aqui.