A campanha Xô Sarney e a Sarneylândia

Este post faz parte da blogagem coletiva criada pelo DO para a campanha Xô Sarney.

A revista Época, esta semana, fez uma longa reportagem mostrando a Sarneylândia: o oligopólio da família Sarney no estado do Maranhão. Vejam abaixo algumas fotos extraídas do site.

O judiciário do estado do Maranhão leva o nome do pai de Sarney

A ponte de São Luís chama-se Ponte José Sarney

Sarney tem nome de rua e de avenida em São Luis

Esta biblioteca é vinculada a uma faculdade privada

A verdade é que, qualquer que seja o presidente de uma instituição no país, tem o dever cívico e a OBRIGAÇÃO MORAL de servir aos interesses da nação, e nunca aos seus próprios interesses ou de familiares. Presidentes de órgãos públicos tem um ciclo de vida no poder. Não podem e não devem jamais, querer se perpetuar no cargo usando de chantagens, de sua influência sob os outros, seu poder de persuassão ou de maracutaias.

Este blog é contra toda forma de bandalheira e de corrupção no país, e é solidário à esta campanha. Sou a favor da democracia, da transparência, da ética, da decência, e liberdade de expressão. Fora Sarney!

7 Comentários:

DO disse...

É ou não é uma brincadeira uma coisa destas? Nunca estive no Maranhão,mas já sabia que ,por lá,o coronel Sarney tem nome até em pedra de paralelepípedo,rss

Passou da hora deste velhaco cauir fora.

Obrigado pela participação,Neto.

Abração!!

Daniel Moraes disse...

Isso e tipico de Estados em que o coronelismo ainda impera, e acontece aqui em Roraima. O falecido Governado Brigadeiro Ottomar Pinto tem varias obras em sua homenagem, como dois bairros (brigadeiro e Totolandia), um ginazio (Totozao). A prefeitura da capital resulveu homenager o senador Juca (lider do governo lula)batizando resentemente um ginazio do complexo da vila olimpica de romerao, em homenagem ao seu pai (mentira, auto-homenagem mascarada). Infelizmente, esse e o Brasil. Fora Sarney mesmo! Um abraco.

http://contesta-acao.blogspot.com

infinitopositivo disse...

Neto, não tenho dúvidas que se trata de coisa imposta para satisfazer o ego, a vaidade. Não acredito que um povo se submeta tão facilmente e sem qualquer reação a algo tão ruim como a coronelismo dos Sarneys.

Abraço.
Ery Roberto

O Árabe disse...

Contundentes imagens; conciso relato de megalomania familiar. Pobres de nós, brasileiros comuns! :(

Leandro Astorri disse...

Sarney recebe acima do teto. Emprega parentes, pratica o nepotismo de forma escancarada e ainda acha tudo 'normal', assim como seus aliados. Lembro que, quando foi perguntado sobre o valor de seu salário, alegou privacidade garantida pelo direito constitucional e não revelou. Como seu cargo é público, sua alegação foi realmente de um cinismo sem tamanho.

Que país é esse que estão querendo vender para nós, barsileiros?

#forasarney

Fábio Mayer disse...

Sem contar os nomes dos demais Sarney né? Segundo consta, tem rua e avenida com o nome de dona Quiola, mãe dele.

Sheherazade disse...

Oi,Neto!
O Maranhão deveria mudar de nome pra SARNEY & CIA e assumir, de uma vez por todas, a sua condição de propriedade privada. Isto é uma vergonha sem precedentes pra uma nação que se pretende autônoma e independente!
Quanto à Lei da Mordaça aos blogues, esta já está aprovada pela Câmara, meu amigo e, em linhas gerais, encerra a extensão à blogosfera das restrições impostas à imprensa pela Lei Eleitoral. Tenho dito!
Obrigada pela visita.

Um abraço!

Postar um comentário

- Comente, é sempre bom saber sua opinião.
- Comentários ofensivos ou mal educados não serão publicados.
- Comentários anônimos serão publicados se relevantes.
- Para criticar, sugerir ou elogiar, vá aqui.