Porque os governadores do NE querem a recriação da CPMF

Esta semana, a mesma região saudada pela presidente Dilma no fórum dos governadores do Nordeste como a que mais cresce no Brasil e a que mais abre oportunidades também enfrenta, paradoxalmente, uma situação de contrastes internos. Enquanto Estados como Pernambuco, Bahia, Ceará e Maranhão experimentam altas taxas de crescimento, os outros 5 Estados (Alagoas, Sergipe, Rio Grande do Norte, Paraíba e Piauí) precisam administrar a crise de gestão financeira que os empurra para os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal, e os expõem cada vez mais à beira da ilegalidade.


O caso mais grave é o da Paraíba, cujo governador, Ricardo Coutinho, ainda não autorizou o início do ano letivo porque não tem como pagar 20 mil servidores temporários que ainda não receberam sequer os salários do mês de Janeiro. O governador disse que 70% da receita do Estado está comprometida com pessoal.

Em situação difícil também está o Rio Grande do Norte. A nova governadora, Rosalba Ciarlini, revelou que, ao final de fevereiro, seu Estado terá comprometida toda a receita de custeio do ano, o que a impede de pensar em novos projetos. Cidade sede da Copa de 2014, ela ainda não fechou o contrato para a construção do estádio.

A situação de Alagoas também não é menos dramática que a do Piauí. Ambos estão cada vez mais próximos do limite do pessoal. É verdade que muita coisa foi deixada pela má gestão do governo anterior (a tal da herança maldita), mas nem tudo se aplica. Governadores do NE tem um histórico de gestão ruim que não é de hoje, entra um sai outro da mesma forma.

Isso explica, agora, o fato deles apoiarem a recriação da CPMF (que eu sou contra) e pedirem insistentemente mudanças na Lei de Responsabilidade Fiscal - mesmo sabendo que, em Brasília, não há muita gente interessada nisso às vesperas de um novo governo. É um erro porque, o povo já sofre demais com impostos, e o que esses governadores precisam aprender de fato é melhorar suas próprias gestões.

5 Comentários:

Daniel Savio disse...

Rapaz, ai fica dificil, mas com certeza, não deveria ter uma ajuda da federação para este casos?

Fique com Deus, menino Neto.
Um abraço.

Fábio Mayer disse...

O jornalista curitibano Luiz Geraldo Mazza bem cantou a bola - esses governadores querem CPMF para continuar gastando dinheiro público sem criterio nenhum...

C. disse...

Que coisa hein.
Por isso prefiro navegar em flores, do que me aprofundar em política. É tanta demagogia nas campanhas, e tenho dito!

Daniel disse...

E você ainda tem dúvida de que a CPMF vai ser ressusitada? Tem texto novo no Sub Mundos. Um abraço

http://submundosemmim.blogspot.com/

C. disse...

Oi meu querido!

Adoro aquela música que vc deixou o link... Skank... eu adoro música, e adorei vc ter deixado o link, fique à vontade para sempre que quiser deixar alguma ;)

Eu acho que tudo expressa quem somos, a música, a roupa que vestimos, o tipo de amigos que temos, o tipo de filme que gostamos (adoro filmes tb), por isso acho legal essa troca de opiniões e gostos, e assim vamos descobrindo quem sao as pessoas...

Amore, seus textos nao sao espinhosos, sao nossa realidade! Quem se espinhar, vai virar um cactus hehe

Acho por trás desse homem que habitou-se lidar com a lógica, está um grande homem, sensível e carinhoso, mas que prefere deixar tudo guardadinho como numa caixa de Pandora. E isso se vê no que vc diz, que se deixa tb flutuar nas sandices sentimentais que escrevo.

Tive a curiosidade de ir no blog de uma leitora sua, a Lis, espero nao tenha ficado chateado, normalmente nao faco isso. Mas achei lindao o blog dela, o layout, vc só tem visitantes com jeito carinhoso por aqui, deve ser pq merece ;)

Seja bem vindo lá pelas bandas do face, e muitossss beijos!!!

Postar um comentário

- Comente, é sempre bom saber sua opinião.
- Comentários ofensivos ou mal educados não serão publicados.
- Comentários anônimos serão publicados se relevantes.
- Para criticar, sugerir ou elogiar, vá aqui.