Não falta oportunidade de ganhar dinheiro em Pernambuco

Dados do Caged confirmaram que o desemprego está mesmo em baixa no país. O comércio varejista e o setor de bens e serviços foram os que mais empregaram, e ainda continuam a empregar as pessoas. Não falta oportunidade, o que falta é qualificação. Aqui em PE, já surgem por todos os lados vários cursinhos pré-qualificação, na intenção de profissionalizar quem ainda está fora desse mercado.

Vendedor de cachorro quente fatura até R$ 100 reais por dia

O empreendedorismo é outro setor que está bombando. Vendedores de cachorro quente em vans domésticas, ou em praias, chegam a faturar até R$ 100 reais por dia. Pessoas que vendem perfumes e estão na informalidade tambem faturam uma boa grana. O panorama é bom para todos. Devido à refinaria de petróleo em Suape, muitas são as empresas que aportam por aqui: WalMart, Perdigão, Bumge, etc. Terrenos para construção de fábricas e casas estão supervalorizados. As imobiliárias e os corretores imobiliários, estão sorrindo a toa com as vendas.

O Natal deste ano promete, e para as classes C e D, será o melhor natal dos últimos tempos. Todo mundo está trabalhando de carteira assinada e com dinheiro no bolso. Aqueles que vivem no mercado informal, disputando seu lugar ao sol, tambem estão se dando bem. Montam suas minilanchonetes, suas barraquinhas, vão à luta e ganham.

Foi pensando nisso que lembrei daquele projeto da equipe econômica do governo Lula: o Eu-Empresa. Trata-se de um projeto para regularizar quem está e vive na informalidade, tornando-os PJs, com os mesmos direitos e deveres que as pessoas jurídicas tem.

Na medida em que o Brasil avança, e se projeta internacionalmente, uma iniciativa como esta é importante, pois como a confiança do empresário e do empreendedor brasileiro está alta, o dinheiro existe, os bancos estão sólidos, o mercado está animado, o futuro é agora. Uma boa hora, então, para desengavetar as velhas e boas ideias. Para o bem, e o futuro, de quem há tanto tempo estava na linha da miséria.

11 Comentários:

Daniel Savio disse...

Neto, o problema que quando saem desta informalidade, eles acabam tendo impostos a serem pagos (e sem pode correr dos mesmos)...

Fique com Deus, menino Neto.
Um abraço.

Roberto Hyra disse...

Verdade seja dita. O programa Bolsa Família alavancou a economia no Nordeste porque acordou aquela grande massa que vivia na pobreza e na miséria.

Não se deve discutir este programa, mas os meios que ele oferece (distribuir dinheiro sem contrapartida não é um bom exemplo). Os pobres compram mais porque querem uma qualidade de vida melhor, os empresários vendem mais e ficam ainda mais ricos com isso. Existe um mérito real do presidente Lula por esse programa é verdade, e o país não pode abrir mão de seu crescimento agora.

Principalmente, depois de mais de 20 anos de governo sem bons projetos nacionais, e em prol deste povo pobre.

Ricardo Porto disse...

Sou corretor de imóveis em Sampa e já recebi duas propostas de imobiliárias pernambucanas para ir a Recife.

Estou pensando seriamente neste assunto.

Diogo Vasconcelos disse...

Enquanto o PIB de pernambuco cresce, os clubes pernambucanos, Náutico, Sport e Santa Cruz, vivem seu inferno financeiro por causa da má gestão de seus administradores.

Na segunda divisão, terão uma queda impactante nas rendas.

Triste!

Daniel disse...

Que bom que por aí tem trabalho, já aqui em Roraima... A coisa tá pra lá de feia!!!. Um abraço.

http://submundosemmim.blogspot.com

MoizaCARTUNS disse...

Bacana isso, cara! Realmente, parece que o Brasil tem crescido cada vez mais... o que é mto bom pra quem está querendo abrir o próprio negócio.

Sou de Sampa. Aqui, a coisa ainda está meio feia, mas, procurando com paciência, a gente acaba encontrando um empreguinho.

Abraços o/

Éverton Vidal Azevedo disse...

Meu amigo, apesar da coisa está complicada, há oportunidade pra ganhar dinheiro em muitos lugares do Brasil. Isso pra quem tem o mínimo de coragem e criatividade, e também um pouquinho pro investimento né?

Abraçao Neto. Por aqui a vida continua.

Inté.

Vinicius Colares disse...

Pernambuco está realmente em alta, mas na minha cidade, petrolina, as coisas não estão tão bem, apesar dela ser vista como um grande polo de desenvolvimentos, a cidade cresce cerca de 7 mil habitantes a cada ano, e não está suportando toda essa quantidade e o desemprego está alto! minha sorte é que eu passei num concursos para professor, senão eu estaria na m...!

Usuale disse...

Oi! Tem um site muito bacana que possui mais de 50.000 acessos ao dia e fazem parceria com blogs/sites, vale a pena! Eu já fiz o meu!Só lembrando que você tem que como se trata de uma parceria você tem que colocar o selo deles também no seu blog/site também que você pode pegá lo no mesmo link abaixo!Senão você não receberá acessos!

Aí vai o link: http://www.guiademulher.com.br/enviar_blog.php

Feliz Natal!

Gustavo D. Castro disse...

É acho que todo mundo que trabalha direito consegue um retorno financeiro bom! E a noticia de mais empregos surgindo é sempre boa!

Désirée Rodrigues disse...

Em cima desta matéria que gostaria de sugerir uma atitude mais agressiva com relaçao as reciclagens. Com o aumento da renda pelas classes menos favorecidas, é óbvio que o lixo irá aumentar consideravelmente. Precisamos de uma boa reflexão e mais, precisamos de uma política séria. Não podemos mais olhar o reciclado como algo só de ONG's, ou uma açao de comunidade. É necessário que os govs. FEd. Est. e Mun., junto com a iniciativa privada e junto com todos os brasileiros se conscientizem que precisamos realmente de uma açao séria, de um comprometimento maciço de todos nós, para que lá na frente este problema náo tenha tomado uma dimensão tão grande que será impossível de reverter. Tá na hora de olharmos para a reciclagem com profissionalismo.

Postar um comentário

- Comente, é sempre bom saber sua opinião.
- Comentários ofensivos ou mal educados não serão publicados.
- Comentários anônimos serão publicados se relevantes.
- Para criticar, sugerir ou elogiar, vá aqui.