Submarinos nucleares: alea jacta est

No passado, o povo, os plebeus e a plebe rude era quem fazia bagles, gozações com os governantes, monarcas e nobres. No momento atual, são os governantes e políticos que zombam e fazem gozações com o povo contribuinte. Nem vou falar do 'teatro' que houve no Senado esta semana com a tropa de choque do Sarney ou, de seu fraco discurso, vou falar de outra coisa.

Brasil vai comprar submarinos nucleares da França
É verdade, senhores. O governo Lula vai gastar R$ 18 bilhões na compra de submarinos para a Marinha, e na construção de um novo centro naval. E haverá também 50 novos helicópteros. Enquanto os marcianos não atacam nosso país, penso que essa fabulosa quantia daria para fazer muita coisa. Por exemplo: aumentar os leitos nos hospitais, construir casas populares, presídios, modernizar polícias, escolas, etc e etc. Mas para quem tem um ministro da defesa que mais parece um professor de botânica que um estrategista, a prioridade é armar o Brasil para combater uma invasão que só está (mesmo!) na cabeça de quem não tem o que fazer.

Ou, ao menos, enquanto não vem o assento no Conselho de Segurança da ONU. Típico.

5 Comentários:

Fábio Mayer disse...

Em relação a isso não critico o governo, é preciso mesmo repotencializar as FFAA e adquirir tecnologia com isso, para ser desenvolvida aqui em áreas civis.

O ganho em tecnologia que se pode auferir nesses projetos, incluindo o FX-2 pode levar a indústria brasileira a um salto tecnológico capaz de alimentar o crescimento econômico por décadas, gerando empregos e crescimento sustentavel.

Ademais, crescem as ameaças externas. Chaves, Evo Morales, Lugo e mesmo os Kirchner estão de olho em quinhões da riqueza brasileira, sem contar que o mundo todo olha com cobiça para nossas reservas de água, petróleo e biodiversidade, é preciso investir muito em segurança interna como forma de dissuasão.

Carlos Emerson Jr. disse...

Os alemães ofereceram seus submarinos pela metade ou um terço do preço que o Brasil vai pagar por esses franceses.
Sei não... fico com a impressão de que somos péssimos compradores...
Um abração.

Daniel disse...

Esse é o Brasil. Enquanto poderiasse fazer tantas coisas com esse montante, vao comprar um navio pra ficar de enfeite. Um abraco.

http://contesta-acao.blogspot.com

Éverton Vidal disse...

E pra aumentar a piada:

Bolívia também está "se armando". E um taxista boliviano me disse ontem: "Que inutilidad! Bolívia no ganaria ni del Peru!"

Esse é o Brasil. Enquanto poderiasse fazer tantas coisas com esse montante, vao comprar um navio pra ficar de enfeite.

Um abraço!

Marcus Mayer disse...

J.Neto,

como bom pacifista e liberal, estou plenamente de acordo com você. O investimento em armas poderia ser substituído por coisa muito mais útil e urgente.

Nem a questão do Conselho de Segurança das Nações Unidas exigirá outra potência bélica. Isso é lenda. O Brasil pode continuar pleiteando seu espaço, oferecendo exemplo de país pacífico.

Abraços.

Postar um comentário

- Comente, é sempre bom saber sua opinião.
- Comentários ofensivos ou mal educados não serão publicados.
- Comentários anônimos serão publicados se relevantes.
- Para criticar, sugerir ou elogiar, vá aqui.