Blogspot e Wordpress: Quem são os blogueiros fodões?

Dia desses, a Ariane ficou indignada com o tratamento dado por alguns que se auto-intitulam 'blogueiros top de linha' aos demais blogueiros da família blogspot. Para esses blogueiros vip, quem usa o blogspot não merece respeito. Não deve ser levado a sério. Geralmente é um copiador, ou um 'liso' (que não tem grana para embolsar um blog próprio), um miguxo ou zé ninguém - não foi nesses termos que ela usou, mas eu estou aproveitando a deixa e assumindo.

Segundo eles, para ser um blogueiro top de linha você deve estar num servidor pago (Wordpress, ou outros) e usar um domínio próprio: isso lhe garantiria mais respeito, e seria mais bem ouvido e avaliado. Já li comentários até de que, quem usa (ou tira) a navbar do blogspot é um pilantra...

 Blogger   WordPress

É engraçado. Meu blog tem o nº 3937 no rank do blogblogs, mas eu tenho muitos leitores assíduos aqui e que têm opinião formada. Não são visitantes de momento (paraquedistas), e o blog rentabiliza bem. Porque eu iria mudar então? Somente para eu ter o tal 'respeito' que os blogueiros fodões dizem que eu não tenho por estar aqui?...  Bom. Talvez a pergunta seja outra: o que é ser blogueiro fodão e top de linha?...

Querem saber. Segundo o Technorati, um blog é criado por segundo no mundo. É, pessoal! Um blog por segundo! Óbvio que nessa montanha de bytes, a imensa maioria não vale sequer um clique, mas alguns valem. Algumas pessoas realmente têm o que dizer, e dizem. Já encontrei blogs com bom conteúdo no wordpress, mas os melhores que encontrei foi no simples blogspot.

Então, analisando esses 'fodões e sua umbigosfera', eu fiquei preocupado. É que não entendo onde esses caras enxergam tantos motivos para tanta louvação. Com certeza é algum problema meu – só pode. Talvez imaturidade minha, talvez algum transtorno cerebral que eu tenha - que me torne incapaz de compreender coisas tão "elevadas" -, talvez os dois, ou outra coisa. Sei lá....

Para mim, no mais das vezes, esses fodões soam um tanto arrogantes, cheios de empáfia. Mas não é só: Eles parecem conviver com a consciência do 'quanto' são bons (o 'quanto' aqui é de quantidade mesmo, e não de qualidade!). Uma consciência que não existia antes; mas que acabou sendo criada pelas hordas de leitores, ávidos por fazer o 'elogio' brilhar nos egos deles, nas caixas de comentários.

Se o fodão diz que sim, todo mundo diz que sim; se o fodão diz que não, todo mundo, em coro, diz que não. E se o fodão inventa de criticar algo, então?! É como se aquilo tivesse sido sempre tão óbvio (tão ruim ou tão bom) que os olhares comuns, dos "leitores não-fodões", nunca puderam captar. E daí chovem seguidores do tal fodão aos cântaros.

Nos últimos dias encontrei dois ou três exemplos disso. Não vou citar ninguem, nem vou linkar porque não quero confusão no meu quintal. Mas o fenômeno é abundante. Para entender ou explicar (na verdade, eu me esforço pouco para isso), eu leio o post deles, releio, presto mais atenção, procuro por detalhes subliminares, qualquer coisa que me explique o motivo de tão grande exaltação desse tal blogueiro. E não vejo nada. No fim, o que encontro é só mais um texto de algum modo ofensivo, satírico, irônico, que poderia até estar insultando alguém ou algumas pessoas em comum.

Você confia no que em tudo que lê na Internet?
Para mim, esses blogueiros são apenas personagens criados pela pessoa que os encarna – numa tentativa até que bem sucedida de não ser o que se é, mas o que se deseja. É um comportamento estranho mesmo. Meio problemático.

Porém, eu ainda gostaria de conseguir entender essa 'horda'... Pois, na maior parte das vezes, eu acho meio patético essas pessoas que se levam tão a sério, e pior, leitores levando esses fodões também à sério, e entoando cânticos e louvores para eles, como se 'eles' fossem os únicos sábios que existem.

À mim, soa tudo como uma grande frescura, falta de opinião e de auto-estima desses leitores - e dos caras.

Agradeço a colaboração no texto do Thiago Gonçalves.

12 Comentários:

Fábio Mayer disse...

Ih Neto,

Certa vez, um desses fodões da internet entrou no meu blog, listou todos os erros de português do post (tinha um, é verdade, eu mesmo reconheci) e criticou acidamente minha opinião.

Daí, ele me intimou a discutir a questão NO BLOG DELE.

Ou seja, o fodão consegue audiência procurando encrenca com outros blogueiros. Daí, os mais desavisados vão lá e caem no golpe dele, e ele mantém a audiência com a polêmica, enchendo sua página de ironias e humor fino contra o cara que caiu na esparrela.

No meu caso, só anotei que não iria no blog dele e que se eles quisesse dar sua opinião sobre o assunto, o fizesse na minha caixa de comentários.

Como todo fodão que se preza, foi covarde e nunca mais apareceu...

Claudinha disse...

Tcs, tcs...querido Neto, não se preocupe: nem imaturidade, nem transtorno cerebral. O que lhe confere a reverência desta sua humilde leitora é o fato de sua capacidade de tecer comentários limpos e escrachar sua mais pura e inteligente opinião (sem rasgação, tá?...rsss)bem longe destes narcisistas virtuais.
Portanto que top, que nada...seu prestígio está além disto e vc sabe ;)

Patty disse...

Neto,
Concordo com tudo o que você disse e com a Ariane também. Acho que há espaço pra todos porque existe todo tipo de leitor.
Essa discussão de que blog sério é em servidor pago é uma grande babaquice.

O que me irrita é a quantidade de "blogs sérios" que só fazem copiar e colar conteúdo. Como assim, né? Cadê a criatividade?

Eu blogo porque gosto, só publico o que eu quero, te leio e volto sempre porque você tem qualidade e conteúdo coisa que falta a muito "blog sério" por aí.

Um beijo e bom final de semana!

Ariane disse...

Eu nunca, em nenhum momento da minha vida, tive ídolos ou segui quem quer que seja. Se você se concentra no caminho de um só e este cair num buraco, você vai junto. Blogar deve ser uma diversão, algo prazeroso, agradável, bacana. Não algo aflitivo por que não se consegue suprir as expectativas de meia dúzia. Penso eu...Abraços!

ZEPOVO disse...

99,9% da web é puro lixo, mas o restante é ouro, em termos de inspiração, diversão e conhecimento. E mesmo sendo apenas 0,1% a parte utilizável é maior que a melhor das bibliotecas em que eu poderia sonhar em colocar os olhos.
Quem é jornalista, articulista ou comentarista, ou mesmo quem pretende ser, sabe que tem que brilhar na WEB, o que não é nada fácil, então é um vale tudo que assusta, principalmente a turma "que pretende ser", para aparecer vivem atacando, cultura e saber devem ser respeitadas, mas quando acompanhadas de petulância e falta de humildade perdem o brilho.

monthiel disse...

Olá,

Primeira vez que venho aqui e comento. Gostaria de parabenizá-lo pelo post, ficou excelente. Realmente, como em todas profissões, existe uma racinha aí que não merecem nem comentários. Por isso achei muito bom você não ter dado nome aos bois, afinal, só geraria mais ibope à eles.

Forte abraço e ganhou um leitor...

Monthiel

JNeto disse...

Cazá, cazá, cazá, cazá, cazá, a turma é mesmo boa é mesmo da fusaca, Santa Cruz, Naútico, Sport!!!

Rsss

Fala Xará, blz!?

Obrigado por visitar meu blog, na realidade você inaugurou (rss), pois o blog ainda está em fase de testes e todas as postagens até o m momento são rascunhos e só publiquei pra poder testar os widgets... Mas valeu, viu? Acabei testando como estavam os comentários e modificando os meus.

Ah... JNeto é de João Neto, vi teu J.Neto nos comentários do blog do Usuário Compulsivo no post do blogcitário... Quando entrei no teu blog e vi que era de Recife também, pensei: - Eita mundinho pequeno...rs

Quanto ao teu post aí em cima... Muito bom!!
Gosto de blog de opiniões e personalidade e o seu carrega as duas coisas. Também tenho um blog sobre a atmosfera em que vivo, faz um tempinho que não publico pq o trabalho tem me consumido muito. Mas se quiser fazer uma visita: http://labirintosmentais.blogspot.com

P.S.: Não torço por nenhum time...

[]'s e até mais.

Éverton Vidal disse...

Já tinha lido esse texto mas resolvi vir comentar. O que acrescentar?

Meus parabéns por dizer o que há algum tempo eu também quero dizer.

Inté!

SouMongol disse...

Digam o que quiser, meu blog nasceu em 2003 no blogspot e lá morrerá :)

Pc Alves disse...

Existe muita gente que gosta de se achar um nível acima dos outros. Na minha opinião existe espaço para todos os Blogues e para todas as criticas que não sejam ofensivas. Eu uso o Blogspot e cumpre todas as necessidades do meu blogue.
Parabéns por seu post, é um golpe directo a muitos "fodões".

Gilberto Caldeira disse...

Parabéns por sua visão! Vc é um cara de opinião formada e gostei muito do que escreveu sobre os "fodões"

Gilberto Caldeira - blogalizeja.wordpress.com

Rafael Arbulu disse...

Cara, isso tudo é balela!

Uso Wordpress pq acho melhor, pura e simplesmente. Não acho que quem usa Blogspot seja tudo isso que vc citou até pq comecei com esse sistema.

Embora não goste, tem muita gente boa que manda bem com ele. Em suma, o que torna um blog bom ou ruim é a equipe que trabalha nele: se sua equipe é tosca, pode ser Blogger, Wordpress, ou mesmo um site completo em Joomla!, que vai continuar sendo uma bosta.

Agora, se você se empenha em fazer um serviço bacana, o material será igualmente recompensante.

Quem fica nessas de "Blogger é uma bosta / Wordpress é maioral" tá por fora: é a mesma merda que se ouve quando se bota na discussão um tópico do tipo "Quem é melhor: Windows ou Mac?" - e daí a encrenca se desenvolve.

Gente assim precisa ler mais, se informar mais.

Postar um comentário

- Comente, é sempre bom saber sua opinião.
- Comentários ofensivos ou mal educados não serão publicados.
- Comentários anônimos serão publicados se relevantes.
- Para criticar, sugerir ou elogiar, vá aqui.