Petrobras: O Pré-Sal é Nosso!

A expectativa de encontrar petróleo na camada geológica pré-sal no Brasil, já está virando projeto de 'arranjados' politicos do governo Lula. De olho nos royalties e nessa boquinha farta, alguns querem a criação de uma nova estatal para exploração dessas jazidas.

Petrobras: O Pré-sal é nosso!

Entendam o que eu quero dizer e o meu ponto de vista: Se a Petrobrás é uma das maiores empresas do mundo, especialista em prospecção, perfuração e exploração de petróleo em águas profundas, já possui toda uma estrutura administrativa, comercial e operacional, qual a razão dela ser isolada desse virtual maná anunciado pelo governo?

Percebe-se claramente, todo um esquema sendo criado para subtrair milhões de reais dos cofres públicos, com a criação de uma nova empresa sem a menor necessidade. Os argumentos apresentados até agora por esses 'interessados' são pífios e recheados de sandices. Eles não têm como enganar.

Como parte do plano, já surgem até criticas absurdas à Petrobras sobre o seu atual modelo na exploração de petróleo, que todos sabemos, é comprovadamente de sucesso.

O que, na verdade, o governo deveria se preocupar é com a matriz energética do país. Esta sim, ainda muito carente de investimentos que supra as necessidades, e garanta a sustentabilidade de qualquer plano de crescimento para os próximos dez anos.

Eu, como investidor em ações da Petrobras, me preocupo muito com o 'debate' sobre este novo marco regulatório do petróleo no país.

Para entender o que significa o Pré-Sal, acesse Blog da Petrobras
Saiba aqui tudo sobre os pontos positivos e negativos do Pré-Sal.
E veja também: O Pré-Sal com Recursos do FGTS

7 Comentários:

Patty disse...

Oi Neto,

Tudo bem?

Faço das suas dúvidas as minhas também. Mas, acho que na verdade o governo não está muito preocupado com o nosso país mesmo.

Um beijo

ZEPOVO disse...

A Petrobrás é uma empresa comercial normal que deve se submeter aos seus acionistas. O maior acionista é o Governo/Brasil. Quem manda e determina o melhor para o Brasil pode sim senhor determinar como melhor estratégia a criação de nova empresa para lucrar mais para o Brasil.
É assim que as empresas "tigres" do mercado globalizado agem. Lucro, e no caso atitude estratégica para o Brasil que sempre viu recursos naturais serem mais aproveitados pelos estrangeiros.
Não devemos nos preocupar com o "lado social" dos acionistas milionários e estrangeiros da Petrobrás. O petróleo agora descoberto pode fazer a diferença entre a chegada do futuro ou a eterna espera do Brasil - O país do futuro!
Cabide de empregos?
Bobagem, espero que os empregos gerados pelo "pré-sal" sejam milhares, mesmo antes do primeiro jato jorrar.
Sinto muito se a oposição não pode apreciar o momento tão bom para o Brasil, e seja obrigada a criticar até coisas boas, como o cuidado de preservar o patrimônio brasileiro ou a geração de mais empregos.
Cabide de empregos...francamente!

Fábio Mayer disse...

Neto,

Eu lia sobre isso ontem e,pelo que li começo a concordar com o governo e achar que essa nova estatal, apesar dos pontos desfavoráveis, não seria ruim.

O problema todo é que uma coisa é um país não ter reservas e pretender encontrá-las, caso que existia até a descoberta de Tupi, onde o negócio era de alto risco e dependia de empresas privadas.

E outra completamente diferente é ter reservas e querer explorá-las, que é o caso do pré-sal. Neste caso, o risco diminui sensivelmente e a iniciativa privada ganharia muito em cima de um patrimônio do país.

A nova empresa não faria exploração de petróleo, mas apenas a administraria. E ao contrário do que algumas pessoas disseram, isso não prejudicaria ps acionistas da Petrobrás, porque esta teria todas as condições para participar das concorrências de exploração e efetivá-la, com a mesma lucratividade que tem hoje.

E a nova empresa, poderia gerenciar recursos que, devolvidos ao Tesouro eo forma de lucro, fariam parte de um fundo soberano (que não pode ser criado a partir de receitas tributárias), fundo este que seria utilizado para alavancar riquezas no país e mesmo para finalidades específicas, como financiar a previdencia social.

A Petrobrás é competente, mas ela não pode repassar todos os seus lucros para o Tesouro e ao mesmo tempo, seria loucura completar sua reestatização. Ela continuaria grande, lucrativa e otimo investimento para seus sócios, mas por outro lado, haveria resguardo dos interesses maiores do país.

Não é caso de ideologia, seria uma forma de aumentar o uso dos lucros que o petróleo do pré-sal pode criar, em favor do país.

Claro que tem pontos negativos:

- Administração por políticos;
- Eventual empreguismo;
- Falhas no controle;
- etc...

Mas o fato é que o Brasil pode, e DEVE usar os lucros da exploração de tamanhas riquezas para se tornar uma nação mais poderosa.

Repito, a situação anterior exigia investimentos privados como forma de encontrar reservas. A atual, deve levar em conta que os investimentos privados devem ser apenas parceiros no negocio, ficando a parte do leão, com o governo brasileiro.

Vidal disse...

Aprendi muito aqui hoje.

Neto disse...

Fábio
Não sou contra a iniciativa privada nesse setor. Sou inteiramente a favor, nesse caso. nem estou contra essa opção do governo. Creio que é a grande oportunidade de finalmente o Brasil se tornar o 'país do futuro' (sem ideologias). Minha preocupação é com os fatores negativos citados por você - em se tratando de Brasil, todos sabemos que esse 'buraco' existe, e isso é fato.

Como acionista, sei que tenho muito mais a ganhar.

Mas a realidade política atual não gera conforto. E goste ou não goste áqueles que apoíam esse governo (que não ficará todo tempo) essa realidade existe.

Abraços

Anônimo disse...

ACHO Q POSSO ESTAR ENGANADO, MAS ALGUM TEMPO ATRÁS DIZIAM Q A VALE DO RIO DOCE DEVERIA SER PRIVATIZADA PQ NÃO DAVA LUCRO, HOJE É UMA DAS MAIORES SIDERÚRGICAS DO MUNDO, NA VERDADE AS ESTATAIS BRASILEIRAS SÃO UM GIGANTESCO CABIDE DE EMPREGOS. SE PEGARMOS EXEMPLOS DOS ESTADOS UNIDOS Q TEM UM DOS MENORES PREÇOS DE COMBUSTÍVEL VEREMOS Q LÁ AS EMPRESAS PETROLÍFERAS SÃO PRIVADAS. ACHO DEVERÍAMOS MUDAR NOSSO CONCEITO. ESSA NOVA EMPRESA Q IRÃO CRIAR PARA ADMINISTRAR O PRÉ-SAL VAI SER UM NOVO GIGANTE CABIDE DE EMPREGO PARA OS SARNEYS, PALOCCIS, DIRCEUS, ETC. ANO Q VEM TEM ELEIÇÃO MEUS CAROS, NÃO VAMOS CONTINUAR NESSA BANDALHEIRA.

claudio.nasc.2678 disse...

Não só hoje, mais desde que o Brasil é Brasil, sempre houve e sempre haverá cabides de emprego nos órgãos públicos,antes não eram tão divulgados como hoje. As coisas eram mais discretas e os Políticos tinham um pouco mais de receio quanto a mídia, mas hoje, quase que assumem que desviam verbas sem medo nenhum, afinal de contas existe a tal de IMUNIDADE PARLAMENTAR.

Postar um comentário

- Comente, é sempre bom saber sua opinião.
- Comentários ofensivos ou mal educados não serão publicados.
- Comentários anônimos serão publicados se relevantes.
- Para criticar, sugerir ou elogiar, vá aqui.