Cuidados ao fazer compras coletivas na web

Quem nunca comprou através dos sites de compras coletivas na web? Eu já, você não? Atualmente, 80% do negócio de compras coletivas na web estão concentradas em apenas 4 sites: o ClickOn, PeixeUrbano, Groupon e Imperdível. Na última semana, por exemplo, a revista Veja publicou uma matéria interessante sobre os sites de compras coletivas. Lembrou que a febre do negócio é tanta que, por dia, surgem 10 novos sites, e que já há, no Brasil, mais de 1.000 sobre o assunto.

compras-coletivas

É um verdadeiro boom, entretanto, além de precisarmos conhecer bem que novas empresas são essas que surgem, a correria das pessoas pelas liquidações tambem deve ser cercada de alguns cuidados - e não apenas para evitar surpresas mas, principalmente, para tambem evitar os chamados gatos por lebres.

Para quem não é assinante da revista reproduzo aqui as dicas da reportagem, pois, acredito, este é um tema para conhecimento de todos e de utilidade pública. Vai que você resolve fazer uma comprinha amanhã...

Dicas:

- Leia as entrelinhas antes da compra - toda promoção vem com restrições. Não as ignore. Elas ditam quais os dias específicos para usar os cupons, o que pode e o que não pode fazer com o serviço.

- Cadastrar-se em vários sites de compras coletivas pode ser compulsivo. Evite os excessos.

- Verifique a credibilidade do site. Como não existem ainda certificados que atestam a idoneidade das empresas, um meio de saber é ver quais são as ferramentas de pagamento utilizados por eles - estes sim, passíveis de certificação. Os riscos, no mínimo, diminuem.

- Cerque-se de informações sobre o site e os serviços. Vá ao Reclame Aqui e veja as queixas.

- Receba o cupom e agende o serviço. Não deixe-o para um único dia.

- Cace as ofertas pela manhã - a maioria dos sites de CC despejam as ofertas na rede durante a madrugada, e as melhores ofertas não costumam durar mais que 1 ou 2 horas no ar.

- Dê atencão aos cupons que só podem ser usados em um único dia. Evite as filas.

- Exija tratamento normal de um cliente. Não importa o tamanho do desconto, o serviço, por lei, deve ser igual para todos no estabelecimento. Exija bom tratamento.

- Se tudo der errado, peça o dinheiro de volta - os maiores sites tem ouvidoria. Reclame lá. Em alguns casos, o dinheiro pode ser devolvido em até um mês.

Fonte: Veja

4 Comentários:

Tiago P. disse...

Nunca usei este tipo de site para comprar, confesso que fico muito com pé atrás.

Justamente por ter milhares de opções...

C. disse...

Oi flor de narciso ;)

boas essas dicas, para os leigos no assunto então.

Eu nao sei como anda aí, mas aqui acho bem interessante que pode-se devolver tudo, em tempo observado na nota fiscal, claro, mas pode. Isso às vezes tem até 3 semanas de prazo, bom num é?! Nao lembro de ser assim aí...

Eu acho prático essa modalidade, que veio pra ficar, mas como tudo na Internet, todo o cuidado é pouco.

Tenha um grande dia pequeno notável, smack!

* Vai me acostumar mal desse jeito, cada dia uma música melhor que a outra! Ah, e acho hoje deu certo o formulário de contato...

Susana disse...

Oi, Neto, tudo bem?
Excelente opinião, rsrs. Tenho uma colega que comprou no mercado livre uma máquina digital por 2300, 00 depositou à vista e pasme, a pessoa não tinha a mercadoria, o Mercado Livre não se comprometeu e devolveu a ela somente 200 reais. Um absurdo, esse alerta é mto importante

Fábio Mayer disse...

Quando a esmola é muito, o santo desconfia... não gosto desses sites, não acesso eles, não de me cadastro neles, não quero saber deles... descontos de 50% ou embutem um preço muito maior que o de mercado, ou embutem algum tipo de safadeza, não existe mágica na formação de preços.

Postar um comentário

- Comente, é sempre bom saber sua opinião.
- Comentários ofensivos ou mal educados não serão publicados.
- Comentários anônimos serão publicados se relevantes.
- Para criticar, sugerir ou elogiar, vá aqui.