Dilma: carta aberta ao povo brasileiro

Para, definitivamente, por um fim à difusão de "calúnias e boatos" que está ocorrendo contra ela na internet por pessoas de má fé, Dilma Rousseff, lançou hoje um manifesto com o apoio de membros da igreja católica e protestante, além de artistas, religiosos, professores, intelectuais e outros. Na carta ao povo brasileiro, ela diz:

"Dirijo-me mais uma vez a vocês, com o carinho e o respeito que merecem os que sonham com um Brasil cada vez mais perto da premissa do Evangelho de desejar ao próximo o que queremos para nós mesmos. É com esta convicção que resolvi pôr um fim definitivo à campanha de calúnias e boatos espalhados por meus adversários eleitorais." Leia o restante aqui.

Clique na imagem para ampliar

Minha opinião: Sinceramente, eu acho um absurdo ver blogueiros e blogueiras na web alimentarem todo dia e a toda hora este tipo de discussão religiosa contra a Dilma, que não ajuda em nada a sociedade à ser uma sociedade mais justa ou ao Brasil a avançar. A meu ver, quem faz isso mantem em si um pensamento arcaico, medieval e irracional.

Blogueiros e blogueiras que se acham tão inteligentes e criteriosos nas suas escolhas deixam-se levar pela paixão eleitoral à seus candidatos e esquecem que o Brasil, a família, Deus e Jesus Cristo são o bem maior à quem se deve pensar e valorizar. E não estou dizendo isso apenas porque sou um eleitor da Dilma. Digo isso porque espero, e muito, ver o "bom senso" das pessoas, e não essa irracionalidade.

7 Comentários:

Elisa disse...

É Neto! A eleição acirra os ânimos dos dilmistas e serristas.

E muita gente joga baixo mesmo. Pior é que ainda dizem que são patriotas (...)

Marcio Santos disse...

Cara, nunca vi uma eleição tão suja como esta.

- Movimento dos sem midia (MSM) teve recurso negado no TSE.
- Rede record foi multada pelo TSE em 100 mil por reportagem a favor de Dilma.
- Descoberto site onde parte diversos boatos CONTRA DILMA.
- Midia tradicional acuando a candidata.
- Serra com imagem de santinho dizendo que ama a Deus.
- Ex-alunas de Monica Serra dizendo que ela inventou boatos sobre Dilma na igreja.
- Telemarketing do grupo de Serra ligando para todos os eleitores de Marina (só as mulheres) e dizendo que não vote em Dilma, pois ela é a favor do aborto.

Agora vejam esta: Bandidos usando a Voz de Lula para pedir Votos

Isto está virando CASO DE POLÍCIA. CADÊ A DEMOCRACIA?

ZEPOVO disse...

Tudo lembra muito as campanhas de Lula, onde as mentiras e os absurdos ditos com caras deslavadas muitas vezes vingaram.
São pessoas sujas e sem escrúpulos acostumadas a iludir, trapacear e aplicar golpes no povo. Gente que vende a mãe se preciso para garantir a manuitenção do único meio de vida que aprenderam e conhecem.
Precisamos garantir que gente assim jamais tenha o mando no Brasil!
Dilma foi puxada para a lama de uma campanha nojenta enquanto Serra brada que quer uma campanha limpa. O homem não presta!

Fábio Mayer disse...

Discuti o aborto lá em casa sob o ponto de vista instiutucional e social, mas me surpreendi com a quantidade de comentários (deletados) acusando Dilma de coisas que ela não é e Serra de coisas que nem ele nem sua familia fizeram.

O problema não está nem em Serra nem em Dilma, o problema está em seus cabos eleitorais, e no meio deles, há um monte de gente imbecil e ignorante que acha que vai decidir a eleição enviando porcarias pela internet!

Penso que a Polícia Federal deveria ter uma equipe permanente de investigação de coisas assim, para pegar as pessoas que envam e mesmo as que reenviam essas coisas nojentas, que atentam contra a democracia e as leis do país!

Penso que isso parte de setores, tanto do PT quanto do PSDB, é essa gente que precisa ser combatida.

Aqui no PR, um indivíduo ganhou uma eleição inventando um caso de pistoleiro e até hoje não foi punido por conta disso, pelo contrário, foi reeleito para o governo. Uma vergonha!

Valdeir Almeida disse...

É isso mesmo: irracionalidade. Há um surto de irracionalidade beirando a campanha desde o primeiro turno.

Só constitucionalmente o Estado Brasileiro é laico, porque na prática as ações - em diversas esferas do poder - são feitas com calor da religião. Também pudera, no Congresso é grande o número de religiosos que sentam na cadeira para defender interesse de suas igrejas.

Sinceramente, eu jamais imaginei que algum candidato fosse passar pelo que Dilma está passando.

Abração.

C. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Andréia Freire disse...

C., você tá equivocado (a). O plano está na sua terceira versão. A primeira e a segunda foram feitas no governo do FHC. Então é falacioso essa conversa de responsabilizar um partido e esquecer do outro. Isso é estratégia pra manipular pessoas contra o PT e a favor do PSDB. Outro fato é que o PNDH reune apenas diretrizes, que podem OU NÃO serem implantadas. Ou seja, nada foi mudado nas leis pelo plano, pois isso não depende do executivo, depende do legislativo. São um conjunto de propostas com função de orientar. E qualquer coisa, pra ser mudada precisa primeiro ser feito um projeto de lei, pra ser submetido no poder Legislativo, votado, etc, etc. O processo de sempre. Não tem nada de ditadura no PNDH, pois ele não muda nada, são propostas que podem ser acatadas ou não e dependem do processo democrático de sempre, do poder legislativo e tudo o mais! Não se deixe manipular.

Postar um comentário

- Comente, é sempre bom saber sua opinião.
- Comentários ofensivos ou mal educados não serão publicados.
- Comentários anônimos serão publicados se relevantes.
- Para criticar, sugerir ou elogiar, vá aqui.