Rio: "Todo dia morre gente!"

Falando por telefone com uma tia que mora no Rio (bairro Vila Isabel), perguntei à ela se estava bem e sobre os últimos ocorridos por lá, no que ela me respondeu que estava bem mas não assustada, pois os acontecimentos eram o normal na cidade: "Todo dia morre gente aqui!".

A escalada de violência no Rio

Para quem queria saber minha opinião sobre a violência no estado do Rio de Janeiro, fecho com a crítica do Ricardo Noblat:

"O problema do Rio não é de paz - é de enfrentamento. A situação de insurgência só se agravou com o descaso dos governos e a arraigada cultura local de tolerância com a malandragem e o banditismo. O Estado brasileiro carece de um plano consistente, amplo e ambicioso para salvar o Rio. E o pior é que: os cariocas parecem não se importar muito com isso".

Maktub!

9 Comentários:

Cadinho RoCo disse...

Há sim uma conivência branca com o que há de mais nefasto no País e que termina por fortalecer e estabilizar frentes criminosas que aos poucos criam essa espécie de cultura repugnante na sociedade que não pode aceitar isso mas é de jeito nenhum.
Cadinho RoCo

Fábio Mayer disse...

No decorrer de um ano, morre mais gente no Rio por causas violentas que no Iraque, no Afeganistão ou na Faixa de Gaza.

E isso porque as autoridades negligenciaram programas de segurança publica e de defesa nacional por décadas, e porque acreditaram na falácia de não combater as favelas, os guetos onde forma-se o caldo de cultura do crime organizado em meio à falta de oportunidades das pessoas comuns.

Tivesse o Brasil investido corretamente em moradia popular, educação e cultura desde a década de 40, não estariamos vivendo esta GUERRA, que só vai piorar e tornar-se mais violenta daqui até a Copa 2014 e a Rio 2016.

Valdeir Almeida disse...

Neto,

Vejo um pouco de omissão do governo federal em relação a isso. A Polícia carioca tem seu quinhão de responsabilidade, mas esse é um caso, sobretudo do governo federal.

É uma pena que isso esteja acontecendo, pois o Rio é uma cidade belíssima.

Abraços.

Daniel disse...

Infelizmente a violência urbana não só no Rio, mas em todo o Brasil já está "ficando coriqueiro, normal", o que é um sinal de alerta claro de que algo mais efetivo deva ser feito. Tem texto novo no Sub Mundo. Um abraço. e boa semana.

http://submundosemmim.blogspot.com

PS: Tô na espera do e-mail.

Benito disse...

Esse assunto é bem delicado. Mas, eu acredito que enquanto não houver um programa de controle de natalidade no país, nada será resolvido.
Se uma pessoa não tem condição de educar e sustentar um filho(nem ela teve esse benefício)e tem oito, acredito que a maioria será marginal e farão mais oito. E assim vai. Esses menores é que movimentam o tráfico de drogas, estilo formigas.
Máximo de dois filhos para quem não tem condições, basta após o segundo parto esterilizar no próprio hospital. Esta é minha opinião.

Barnabecearense disse...

Todo mundo que comentou aqui está fugindo da real causa da violência no Rio de Janeiro.
DROGAS! Rende tanta grana que o resultado aí está!
Batalhões de policiais super-equipados com o melhor armamento do mudo serão e são completamente inúteis para terminar com o poderio do banditismo dos morros cariocas.
MOTIVO? Simples, vá em qualquer festa, ou balada, qualquer evento que reúna pessoas para diversão (baile funk inclusive!), e lá estarão todos os tipos de drogas do mercado! As pessoas compram e acham que não estão fazendo nada de mais!E onde compram e de quem compram? É lá no pé do morro!Carros param e compram, pessoas sobem a escadaria dos morros e compram! Compram para usar! Compram para revender! E compram até para levar para outros lugares!
E o que polícia faz? NADA! Tem uma lei aí que o "consumidor" não pode ser molestado por agentes da lei!E claro a nossa polícia cumpre rigorosamente a lei e simplesmente olha e nada faz! Qualquer pessoa pode ver e filmar isso tudo acontecendo, dá prá filmar até com camara de celular! Mas a polícia é cega, a justiça idem. Aliás, sei que em todas as guerras, a única maneira de vencer é eliminando aquilo que alimenta o exército inimigo! Acreditem se hitler não tivesse perdido seu abastecimento de combustível seus exércitos estariam lutando até hoje!
Sabe qual o risco de prender quem vai ao morro comprar drogas? Pode-se prender por exemplo: Ministro Carlos Minc, Dep.Fernando Gabeira,Filhos de autoridades, Pessoal da Globo em Geral,Apresentadoras badaladíssimas da tv(evangélicas inclusive!) e por aí vai!

acompanhantes disse...

na boa
sou mineiro
e pelo que vejo na tv
nao vejo saida pro rio de janeiro
e so desgraca que acontece por la
ja vi ate gente falando que o rio e ja um caso perdido e abandonado!!

mikael disse...

só acabando com o lucro deles q vai começar a diminuir a violência ....
poderiam começar legalizando a maconha e arrecadando impostos e com o mesmo melhorando o policiamento nas ruas e morros!!!!!!!!!!1

Videos Incriveis disse...

Concordo plenamente.

Postar um comentário

- Comente, é sempre bom saber sua opinião.
- Comentários ofensivos ou mal educados não serão publicados.
- Comentários anônimos serão publicados se relevantes.
- Para criticar, sugerir ou elogiar, vá aqui.