Incompatibilidade de Gêneros - O Duelo da Linguagem

O texto de hoje, que serve à reflexão, é do professor e amigo Valdeir Almeida, que escreve no ótimo Ponderantes. Um blog, cuja leitura, é essencial e indispensável aos tempos atuais. Visitem-no! :-)

Incompatibilidade de Gêneros – O Duelo da Linguagem


Mulher – Estou preguiçosa hoje.
Homem – Eu também.
Mulher – Meu bem, você também está preguiçosa hoje? (risos).
Homem – Oxe... Estou preguiçoso, OSO.
Mulher – Eu te amo muito.
Homem – Eu também.
Mulher – Meu bem, você também se ama muito? (risos).
Homem – Ora! Você sabe muito bem que não foi isso que eu quis dizer.
Mulher – Você sempre usa o "também" para repetir minhas falas e economizar as suas. O melhor seria utilizar suas próprias palavras e dizer que me ama com todas as letras.
Homem – Vocês, mulheres, são tão prolixas!
Mulher – Vocês, homens, são tão econômicos, e, por isso, tão contraditórios. Aliás, lembra quando você blá blá blá blá...

9 Comentários:

Junior disse...

Já comecei uma conversa assim com minha namorada, concordamos em várias coisas e, depois, passamos a discordar sem pra que nem mais...

Se fosse um estudo da astrologia, diria que nesse "momento" os nossos planetas regentes (o meu e o dela) estão afastados um do outro e em conflito. Qualquer coisa, palavra ou assunto banal vira briga. E teríamos mesmo que ter o maior cuidado pois estaríamos naquela fase da ruptura astral. Por qualquer besteira poderemos nos separamos :D

Abs!

helenoC disse...

Porque começamos bem e depois terminamos mal?

Na minha modesta opinião é tudo resultado da nossa falha na comunicação.

Não adianta termos informação em abundância sobre determinados assuntos e sermos pessoas bem instruídas e inteligentes se não soubermos "expressar em palavras esses conhecimentos".

Sempre vai se impor um vazio, que criará um grande abismo no diálogo, numa relação a dois.

Neto, parabéns ao autor pelo texto. Ele, com certeza, ganhou mais um leitor.

Bom domingo!

elianinha disse...

Mulheres falam demaaaaais!!! eu sou mulher e sei rs Meu marido diz que sou uma trolóló kkkkkk

clovis rossi disse...

Olá Neto! Já conhecia o blog do colega Valdeir e aprecio muito os textos dele. No Ponderantes, ele instiga a reflexão.

Nesse texto, creio que a mensagem é a seguinte: em qualquer que seja o diálogo entre um casal ou amigos em um ambiente social, a sinceridade é a base. Sem essa virtude toda conversação torna-se a um incômodo.

Apesar da paródia, foi assim que entendi o texto dele. Grande abraço a ambos.

Valdeir Almeida disse...

Obrigado aos amigos leitores que estão comentando o texto.

Quando Neto me convidou para escrever mais uma vez para o Sakuxeio, tive a ideia de discorrer sobre a questão de gênero e comunicação, já que ele já explanou sobre essa questão (de maneira diferente, óbvio).

Creio não ser um “pecado” mulher conversar muito e homem falar pouco. Esse excesso ou falta é resultado de tradição comportamental e do perfil dos gêneros.

Entretanto, mais do que isso, eu quis demonstrar através deste texto que o homem e a mulher são também – ou sobretudo – seres humanos que precisam se comunicar. Assim, é necessário o meio termo: falar quando for preciso e ouvir quando necessário. Comunicação é a base de qualquer relacionamento (entre casais, amigos, familiares, colegas de trabalho etc.)

Neto, muito obrigado por mais esta oportunidade que você está me dando de publicar um texto meu no seu reconhecido blog. Me convide mais vezes.

Abraços e excelente semana para você.

C. disse...

A linguagem é bem desafinada mesmo à certa altura da relação.
Li um texto dia desses num blog que achei ótimo, e dentro desse contexto também. A mulher vivia avisando o marido nas entrelinhas que ela estava de saco cheio, que ia trair e tals, no fim das contas ele era um péssimo ouvinte, e foi abandonado por ela. Mas claro, a fama de quem nao prestava sobrou pra ela, sendo que ela ficou um tempao dando indiretas, mais clara impossível. O que na verdade ambos pecaram, um por nao saber ouvir e outro por nao saber falar.
É a vida.

Roberto Hyra disse...

Toda comunicação bem sucedida entre um casal é aquela onde há sinceridade, respeito e interesse genuíno de ambos pelo fortalecimento da união.

Quando ela flui assim, o relacionamento anda, pois existe uma empatia natural.

Estou em falta com o professor Valdeir!... o Ponderantes é um dos melhores blogs de leitura "para pensar".

amanda disse...

..."Comunicação é base de qualquer relacionamento".

Disse tudo! Bjos! :D

Fábio Mayer disse...

Já sou da opinião de que, ao menor sinal de implicância feminina, melhor se calar...

Postar um comentário

- Comente, é sempre bom saber sua opinião.
- Comentários ofensivos ou mal educados não serão publicados.
- Comentários anônimos serão publicados se relevantes.
- Para criticar, sugerir ou elogiar, vá aqui.