A dura vida boa de trabalhar com blogs

Acabou-se aquele tempo em que blogs eram 'diarinhos pessoais' e viviam cheios de blogueiros com mimimi pra cá e mimimi pra lá. Blogar, além de dá dinheiro e ser um vício, também dá bastante trabalho. Vejam esta notícia que encontrei lá no site TechDirt.

E um pequeno aviso aos desempregados blogueiros:: "declarem que estão trabalhando quando estiverem atualizando seus blogs, ok!" ;-)

Vida boa, que nada! Eu estou dando duro!

Igual como fazem os muitos blogueiros amadores, e na esperança de gerar uma grana extra, uma advogada de New York (Registrada no Departamento de Trabalho do Estado de New York) e desempregada, se inscreveu no programa Google AdSense, e colocou anúncios relevantes no seu blog. Durante seis meses, ela levantava uma média de U$ 238,75 dólares, pouco mais de um dólar por dia. O problema era que ela estava recebendo subsídio de desemprego - uma espécie de seguro-desemprego - e, por não declarar essa renda extra, teve seus benefícios suspensos pelo Estado (U$ 405,00 mensais).

O Depto. de trabalho dos E.U.A. investiga se o dinheiro que ela recebeu do AdSense deve ser classificado como "residual" - que pode ser descontado dos recebimentos dela segundo as leis trabalhistas daquele país - o que levaria a uma perda parcial ou total de sua receita.

O órgão disse também que a questão da renda de publicidade de blogs e sites ainda é um "território desconhecido", mas que a lei deve ser aplicada. E a advogada, que retirou os anúncios do blog, falou que está muito frustrada por ter sido "punida e tratada com desconfiança"
.

Agora blogueiros, imaginem se esta lei fosse aqui no Brasil, hein? O que vocês acham?

Ps: o texto foi traduzido do link original no TechDirt.

9 Comentários:

Caterine R. disse...

Tem muita gente que embarcou nessa de fazer dinheiro fácil blogando.

Eu acho que esse dinheiro adquirido através de publicidade em sites e blogs é válido sim, mas deve ser considerado apenas como uma renda extra, não a principal. Se o valor for alto você vai pagar impostos, e aí não tem jeito. O leão dá sua ferrada mesmo.

bjos

Catarino disse...

Esse assunto é muito interessante, pois tratamos esses ganhos como brincadeira, mas pela lei teriam que ser declarados.

Daniel disse...

É mais uma renda extra, que deve ser encarrada assim, como extra! Um abraço.

http://submundosemmim.blogspot.com

Equipe EEMAK disse...

Neto, sem sombra de dúvida, daria o que falar.
Imagina, você tendo de prestar contas da renda que você tira com seu blog?
Não ia dar certo....
XD

Grande abraço, sucesso até mais!

Valdeir Almeida disse...

Neto,

Será que ela como advogada, conhecedora das leis, não sabia disso?

Se ela vendesse Avon para as amigas, ninguém ia ter conhecimento da renda extra, mas como ela quis ganhar um extra utilizando a internet, se deu mal, pois todo mundo acaba sabendo.

Meu amigo, obrigado pelos comentários no meu blog e pelo incentivo em relação à blogagem.

Abraços e bom domingo.

Sonia Regly disse...

Coloquei um post novo lá no Compartilhando .Sábado é Dia de Poetar.Te aguardo lá.Beijão

Renda-se, como eu me rendi.
Mergulhe no que você não
conhece como eu mergulhei.

E.Suruba disse...

acho que renda extra é mara

Benito disse...

Blog dá trabalho, mas pra mim é um passatempo, se tivesse criado blogs pra ganhar dinheiro, já teria deletado tudo devido a tamanha frustração.
Quem sabe um dia.

Paulo R. Diesel disse...

Sempre é bom ganhar dinheiro, mas postando com este objetivo não me vejo.
Declarar os ganhos é lei e se é lei cumpra-se

Abraço Neto

Postar um comentário

- Comente, é sempre bom saber sua opinião.
- Comentários ofensivos ou mal educados não serão publicados.
- Comentários anônimos serão publicados se relevantes.
- Para criticar, sugerir ou elogiar, vá aqui.