As maiores redes sociais do mundo

Ontem, recebi de um leitor, um convite para participar do Enjoy My Books, uma rede social de leitores de livros e apreciadores de música. Apesar de ser um amante confesso de livros, devido a minha enorme falta de tempo de estar na web todos os dias, respondi, infelizmente, que não poderia aceitar e agradeci o convite.

QZone: a maior comunidade virtual da China

Foi lembrando disso que, vi a última pesquisa encomendada na internet pela Universal McCann, que colocou o Brasil em 2º lugar no ranking de países com o maior número de adeptos e usuários em redes sociais pelo mundo. O nosso país só perdeu para a Rússia. Já temos aqui, cerca de 69% de brasileiros ativos nas mais diversas comunidades virtuais.

O que não falta na web são redes sociais, e cada vez mais e quase todos os dias, estão surgindo aos montes. Tem comunidades virtuais para todos os públicos e gostos. Vejam só: tem para mortos (MyDeathSpace), para anões (DwarfDate), artistas famosos (Elysiants), para VIPs (AsmallWorld), cães (DoggySpace), bichos de estimação (My PetBum), amantes de tatuagem (CheckoutMyink), apenas para quem tem boas ideias (Hub Net) e por ai vai.

Estas são as principais e maiores redes virtuais em 5 países, segundo a pesquisa:
Rússia - VKontakte
China - QZone (imagem acima)
Coréia do Sul - CyWorld
EUA - FaceBook
Brasil - Orkut, e a que mais cresce no mundo todo, atualmente, é o Twitter.

3 Comentários:

Patty disse...

É Neto não sei se isso é tão bom quanto parece. Lugar para as pessoas se encontrarem virtualmente é o que não falta, mas a vida acontece de verdade mesmo é aqui no "real", não é?
Não acho ruim uma pessoa participar de tantos lugares virtuais, mas sem exagerar ou trocar o real pelo virtual.

Mudando de assunto. Sobre aquele convite, não me sinto capaz para tanto, mas estou a sua disposição, tá bem?

Um beijo e ótima semana!!!

Ricardo Miguel disse...

Considero interessantes as redes sociais, mas ao mesmo tempo assustadoras, na medida em que tornam as pessoas cada vez mais ANTI-sociais!
Tornam também a vida das pessoas mais exposta e menos privada, na medida em que as pessoas partilham experiências, fotografias, amigos, entre tantas outras coisas!

Drauzio Milagres disse...

Tem redes que nunca ouvi falar. Ainda prefiro me "concentrar" em poucas. Um abraço. Drauzio Milagres.

Postar um comentário

- Comente, é sempre bom saber sua opinião.
- Comentários ofensivos ou mal educados não serão publicados.
- Comentários anônimos serão publicados se relevantes.
- Para criticar, sugerir ou elogiar, vá aqui.