O castelo de areia da Camargo Corrêa

Não acredito que a construtora Camargo Corrêa tenha culpa em todos os crimes anunciados. Se ela praticou atos criminosos foi em razão da corja de politicos corruptos que vivem alimentando-a e se beneficiando, não só com ela, mas de uma dezena de outras grandes monstras 'leiteiras' existentes no Brasil.


Só quem acredita em Papai Noel, mula sem cabeça e pote de ouro no fim do arco-íris, é quem vai achar que, qualquer empresa que faça doações em torno de R$ 300 mil a um ou outros partidos, não o faça para receber benesses. É óbvio que é do jogo. E não me convenço de que a Camargo Corrêa tenha tanta ideologia política assim capaz de conviver com vários desses partidos políticos e seus atores, graciosamente, por amor a algum ideal nacionalista.

Doação desse tipo é algo comum no país. E sempre nos lembra os debates sobre 'financiamentos de campanhas no congresso' que não se chega a lugar nenhum - porque ninguem quer.
A única ideologia que eu conheço para as empresas e seus mantenedores (os reais criminosos), é o do tilintar do vil metal em suas caixas registradoras. E bem longe do discurso de "pátria amada, salve, salve!"...

Neste caso da Camargo Corrêa, e nessa operação conhecida como castelo de areia, bem que poderíamos usar a máxima de Mao, invertendo apenas a ordem dos animais: "Não importa a cor do rato, o que importa é que ele cace gatos". Mais apropriada a cor do atual governo, e desses partidos políticos safados envolvidos.

7 Comentários:

Fabio Mayer disse...

Empresas, isso a gente aprende na faculdade, uma vez criadas, passam a ter vida própria, que não necessariamente guarda relação com a de seus donos ou administradores.

Não se pode perseguir a Camargo Correa, ou a Daslu, ou qualquer outra por ter seu nome envolvido em questões dessa natureza. Deve-se punir os administradores, são eles que praticam os atos.

Isso é consectário de um princípio que vige no Brasil, o da conservação da empresa, porque ela é mais importante e transcende os seus donos e administradores.

parabolas disse...

E verdade. Náo se pode punir uma empresa pelas licitacoes ganhas ou obras iniciadas, se houve uma administracáo ruim.

Esse esquema de fazer conchavos com partidos politicos e contratos com o governo, apesar de tentadores podem ser perigosos. Isto porque eles sempre váo exigir pagamento por fora. O que e ilegal.

Gestao fraudulenta sempre vai haver nas empresas e maus administradores tambem.

Carlos Emerson Jr. disse...

Concordo, uma empresa é maior do que seus administradores. A Camargo Correa tem história e, se forem realmente comprovadas irregularidades, os responsáveis (gerentes, diretores, superintendentes, conselheiros) tem que ser exemplarmente punidos. Mas não vamos acabar com empresa: ela dá emprego para milhares de brasileiros.
Um abração.

Daniel Moraes disse...

Esse tipo de Empresas e tais artifísios são usados desde que o Brasil é Brasil. É prática comum empresas de grande porte bancarem campanhas para ter compensassões lá na frente. Olha, voltei a blogaria e agora com outro blog, o Contestação. Um abraço e boa semana.

http://contesta-acao.blogspot.com

C. disse...

Gosto do jeito claro que sabe falar sobre política e afins. Já pensou em ser jornalista?

beijocas de linho nobre :=)

Odette disse...

Neto,
Desta vez você foi de levinho, levinho, não caiu matando. Mas, o caso é o seguinte: há uma relação quase simbiótica entre construtoras e políticos. Uma não sobrevive sem a outra. Os políticos precisam do dinheiro das construtoras. Estas, através das doações conseguem os serviços. Veja como são sempre as mesmas construtoras que pegam as obras. Creio que não somam mais que os dedos de uma mão, se ainda forem todas estas. As mais conhecidas são a Camargo Correa e a Odebrecht.
Há poucos anos um prefeito/a de São Paulo, candidatou-se à reeleição. Como é preciso grana para fazer campanha ele/a, mandou construir um túnel, inútil e muito mal feito. Ele até precisou ser refeito. Mas, com certeza, sua campanha deve ter recebido uma boa doação da construtora autora da inútil e mal- feita obra. Isto é tão sabido que nem sei porque todo este estardalhaço. A tal operação foi deflagrada, nem sei para que.
Abraços,
Odette.

O que elas estao lendo!? disse...

Oi, o blog hoje está cheio de novidades. Passe por lá.

Abracos

Postar um comentário

- Comente, é sempre bom saber sua opinião.
- Comentários ofensivos ou mal educados não serão publicados.
- Comentários anônimos serão publicados se relevantes.
- Para criticar, sugerir ou elogiar, vá aqui.