Jarbas, Veja e a corrupção sem fim nesse Brasil

Eu não ia falar sobre isso, mas como alguns leitores pediram-me e insistiram vou deixar aqui uma opinião.
Que o congresso nacional é a maior feira de compra e venda de seres humanos vivos isso todo mundo já sabe, o que não deu pra entender bem foi a agonia de alguns politicos diante dos acontecimentos. Respondam comigo: Jarbas Vasconcelos, em sua entrevista nas páginas amarelas da Veja, declarou algo que alguem não sabia?... Não. Então, porque eles se incomodaram tanto com essas declarações?

Bom. A melhor hipótese, que eu acho e, talvez a mais correta é porque, muitos deles lá no congresso federal querem parecer éticos e moralistas mas não o são. Todos tentam viver num mundo de aparências. É aquela história de que: "Tú finge que trabalha, que eu finjo que fiscalizo o teu trabalho!". E a coisa segue.

Jarbas Vasconcelos e sua entrevista a Veja - foto: Geraldo Magela
Só para terem uma ideia: 10 dos 19 senadores do PMDB respondem processos na justiça há anos.
As palavras do Sr. Jarbas, apesar de redundantes, foram verdadeiras e elas, não combinam apenas com o quadro corrupto de hoje, combinam também com os séculos de corrupção pelos quais passamos com muito sacrificio. No entanto, o que eu também pude notar é que, a intenção dele, com esse ataque, não ficou muito clara. Ele botou a boca no mundo porque estava sentindo-se isolado dentro do seu partido e no senado, ou foi porque visava ganhar um status de honesto para uma vice candidatura na chapa de José Serra ao planalto em 2010?

Não é possivel que um homem como o Senador Jarbas Vasconcelos que, já foi prefeito e governador duas vezes em Recife, e tem mais de 20 anos de estrada política tenha vindo saber agora que seus 'amigos e compatriotas' do PMDB são corruptos, e que querem mais e mais corrupção... É muita santidade. E se ele é tão fiel ao partido ao qual criou (o PMDB), porque decidiu apoiar um candidato do PSDB?

O que não é possível entender ainda é porque tanta gente por lá, se contorce tanto (e tem coceira) ao ouvir falar em corrupção no Brasil. Isto já não é mais novidade nenhuma. Já virou um emblema desse país.
E está virando até marchinha pro Carnaval.

12 Comentários:

parabolas disse...

Neto

Depois que tiraram do sarcófago, Temer e Sarney, para moralizar o congresso eu desisti de conhecer política de vez. Abraço.

P.S. essa de que o congresso é "a maior feira de compra e venda de seres humanos vivos" foi boa!

Manuella disse...

Neto
Sou professora de alfabetização infantil em jardim I e II e estou tão revoltada quanto você está. Uma das coisas que me fizeram desacreditar da política como um instrumento de melhora da qualidade de vida para o povo, foi o fato de que, os politicos brasileiros, mesmo os que entram na luta bem-intencionados, depois se deixam contaminar pelas facilidades e pelos beneficios adquiridos com o poder e 'os amigos'. Eles se acomodam e permanecem quietos diante das esculhambações e do quadro de corrupção que surge.
Preferem fingir que não veem aquilo que todos nós vemos, e que hoje até uma criança de primeiro grau sabe.

Até quando?

Valdeir disse...

Neto,

O que Jarbas Vasconcelos soltou no ventilador é a pura verdade. No entanto, parece briga de casal: primeiro vem a festa e depois que se sente traído fala para todo mundo os podres do cônjuges.
Como você mencionou, todos os políticos sabem que a corrupção faz a festa no Congresso, mesmo assim fazem uma algazarra após a declaração do marido traído.

Daniel Moraes disse...

Uma das poucas verdades que esse cidadão falou! Mas como já afirmou o Sapo Barbudo, "são 300 picaretas com anel de doutor". Enqunto o povo brasileiro se importar só com o BBB e continuarem a estar "nem aí" para política, esse Brasil continuará esse seleiro de corrupção que fabrica Collor, Temer, Sarney, Lula e CIA LTDA. Um abraço.

http://so-pensando.blogspot.com

A Itinerante - Neiva disse...

Neto,

Só para dizer oi. Não li esta reportagem. Muito ocupada assistindo BBB. :DDDD

Beijos

Cadinho RoCo disse...

Brasil - O País da Mentira
Cadinho RoCo

Marcos disse...

Jarbas Vasconcelos não é nenhum exemplo de probidade, se ele falou o que falou, provavelmente foi porque teve algum (ns) de seus interesses contrariado pela cúpula do partido. Algo ele está querendo para abrir a boca do jeito que abriu.

Philip Rangel disse...

neto..sinceramente eu nao acredito em mais nada que esses politicos falam........o nosso Brasil sera que melhora??

abraçao

Fábio Mayer disse...

Isso aí é consequência de uma coisa que constatei.

O POVO BRASILEIRO NÃO SABE VOTAR E NÃO SE ESFORÇA EM APRENDER!

O governador do Paraná empregou a familia inteira, destruiu a polícia militar, não apurou escândalos de corrupção, inviabilizou o porto de Paranaguá, forteleceu as empresas que cobram o pedágio mais caro do mundo e ainda assim, é favorito para ser Senador em 2010.

E ele é apenas um exemplo. Para cada ético no Congresso Nacional, há 9 safados e os safados são sempre os campeões de votos!

Janaina Amado disse...

Realmente, este Congresso deixa qualquer brasileiro envergonhado e revoltado - é assim que me sinto. Um abraço.

Damnati disse...

É que a VEJA têm a ilusão de que com reportagens como essa o brasileiro tome vergonha na cara. Vai que dá certo, vai que alguém resolve dar um tiro na cara do LULA não é ?

A esperança é a última que morre, e não é sua sogra.

Amilton - www.interamil.net disse...

Impressionante o jeito como os politicos falam à imprensa! Parece que todos fizeram o mesmo curso na mesma escola. Falam mau do vizinho mas esquecem que tem telhado de vidro! O que acontece no Congresso todos nós sabemos mas na época da eleição parece que fazemos questão de esquecer tudo. Acho que falta memória ao povo brasileiro.
Abs,
Amilton.

Postar um comentário

- Comente, é sempre bom saber sua opinião.
- Comentários ofensivos ou mal educados não serão publicados.
- Comentários anônimos serão publicados se relevantes.
- Para criticar, sugerir ou elogiar, vá aqui.