Torcida legal: fim da violência nos estádios

Para aumentar a segurança nos estádios de futebol do Brasil, visando a Copa do Mundo de 2014, o governo federal deve implantar já este ano, em circuito nacional, o projeto Torcida Legal. Além de por fim aos ingressos e a venda de bilhetes avulsos, o novo sistema promete revolucionar o acesso aos estádios em todo o país.

Pelo fim da violência nos estádios

A princípio, o projeto Torcida Legal, irá fazer o cadastramento de torcedores em todo o território nacional com a criação de um sistema unificado. Serão criados cartões eletrônicos para os torcedores (com CPF, foto e nome completo), e os estádios terão catracas eletrônicas para o acesso. A entrada nos jogos só poderá ser feita através desse cartão magnético, que poderá ser carregado pela internet e guardará todo o histórico da pessoa. A carteira do torcedor (ou o cartão) terá leitura biométrica, que faz o reconhecimento da face, e reconhecimento digital.

Segundo o Ministério dos Esportes, essa medida de segurança ajudará, por exemplo, a identificar os torcedores violentos, arruaceiros, e a impedir o acesso de pessoas que estejam proibidas de entrar nos campos em dia de jogos. Haverá cadastro para os membros de todas as torcidas organizadas no país, e este projeto terá início já em julho desse ano (2010).

Pois bem, se acabar com a violência dos estádios será uma excelente medida!

Fonte: ME

8 Comentários:

Junior Silva disse...

Olá Neto

Bem, a ideia é boa, mas o problema no Brasil é sempre a fiscalização. Se tudo funcionar perfeitamente, tem tudo pra dar certo...

Abraços.

Carlos Emerson Jr. disse...

Tenho minhas dúvidas. Não existe fiscalização e quem manda nos estádios realmente são as federações, onde encontramos de tudo. Além do mais, sabemos que muitos dirigentes de clubes estimulam e financiam as torcidas organizadas, mesmo sendo proibido.

Essa história de dar carteirinha eletronica para torcedor está parecendo quando lançaram o estatuto do torcedor que iria acabar com todos os problemas.

E não aconteceu nada...

Daniel disse...

Se essa ideia for posta em prática será um avanço e tanto. Tem texto novo no Sub Mundo. Um abraço.

http://submundosemmim.blogspot.com

Daniel Savio disse...

Cara, será que isso vai funcionar mesmo?

Fique com Deus, menino Neto.
Um abraço.

Irene disse...

Olá, Neto !!!

A violencia nos estádios é sempre preocupante, principalmente qnd temos dois eventos esportivos de grande porte: a copa de 2014 e as olimpiadas de 2016.
Temos, sim, que coibir esse vandalismos nos estádios e temos que fazê-lo com maxima urgencia, pois esse tipo de educação em eventos esportivos é uma cultura que se aprende com a pratica (com o tempo); o pessoal não vai aprender de um dia para o outro só pq o governo está exigindo.
Então, se queremos fazer bonito na copa e nas olimpiadas, temos que começar a treinar desde agora.
O projeto "torcida legal" é muito inteligente e moderno....um otimo meio de acabar com a violencia nos estádios. O desafio será que o governo faça a implantação desse projeto com a maior eficácia possivel e que a fiscalização funcione muito bem para que os estádios, realmente, cumpram as determinações do projeto.
Agora, é aguardar para conferir isso tudo na pratica.
Vamos torçer para que tudo dê certo.

Um abraço !!!!!!!!!!!!

RoCosta disse...

É esperar para ver... sempre sonhei assistir uma partida do flamengo no Maraca ;-)
Beijão!

Valdeir Almeida disse...

Amigo Neto,

A iniciativa é louvável. Infelizmente, esperaram que o Brasil sediasse uma Copa para colocar a medida em ação.

Mas, de qualquer forma, parabéns aos idealizadores.

Abraços.

Natan Lopes disse...

Olá Neto, O projeto é interessante, mas no Brasil o que está no papel acontece bem diferente quando é posto em prática, então é esperar para crer(ver). Para então podermos ver PAZ nos estádios e não somente tais frases.

Abraço!!

Postar um comentário

- Comente, é sempre bom saber sua opinião.
- Comentários ofensivos ou mal educados não serão publicados.
- Comentários anônimos serão publicados se relevantes.
- Para criticar, sugerir ou elogiar, vá aqui.