Rapelay: um game que incentiva o estupro e a pedofilia

Muita gente já falou sobre isto, mas não custa nada deixar mais um alerta. O Rapelay é um game produzido por uma empresa japonesa, e que já se encontra no Brasil.
No jogo, é possível ver cenas chocantes de estupro que se passa entre o jogador e uma moça numa estação de trem da cidade, e há igualmente cenas violentas de pedofilia em que o predador, após atacar a vítima, ainda abusa sexualmente de duas crianças: uma menor de 10 anos (idade) e a outra trajando um uniforme colegial.

O que nos deixa estarrecido e indignado é saber que, este jogo, está sendo vendido livremente, por camelôs no centro de São Paulo, sem nenhuma restrição. Sem falar que, também, pode ser baixado facilmente pela internet por fóruns e redes de compartilhamento, e que já existe muita gente usando e gostando.

Rapelay: jogo que simula estupro e pedofilia na web
O MPF (Ministério Público Federal) avisou que o grupo de repressão a crimes cibernéticos está investigando o caso, mas também adiantou que terá muita dificuldade em reprimí-lo por dois motivos: 1 - a legislação brasileira não tipifica o abuso sexual simulado com crianças e adultos em jogos virtuais. 2 - o jogo foi produzido em outro país (Japão), e por aqui está sendo vendido apenas clandestinamente.

Sinceramente... A liberdade de expressão de pessoas ou empresas, acaba, onde há o desrespeito aos valores humanos e morais e o crime propriamente visto. Eu creio que, qualquer que seja o país, deve conceber leis duras e firmes contra ações criminosas, venham elas da internet ou não.

Produzir, distribuir ou comercializar um jogo que faz apologia ao estupro e a pedofilia é um crime de altíssimo grau. E pior ainda é, essas autoridades, deixar a cargo das famílias e da sociedade, a repressão a um caso desta natureza. É um erro muito maior.

10 Comentários:

Éverton Vidal disse...

Ainda não sabia desse jogo. E já não bastam os excessivamente violentos agora temos este que faz apologia a crimes dessa natureza.

Triste mano. E foi bom você escrever sobre o assunto.

Manuelle disse...

O pior de tudo isto é a exposição banalizada do sexo na tv. As menininhas de hoje, de 10, 11, 12 e 13 anos, sem nenhuma precaução, experiencia ou orientação sexual estão se sentindo mulheres adultas e, vaidosas fazem sexo cedo. É aquela história de "se eu não ficar com ninguem não vou ser aceita no grupo"...

um grande erro que quando não resulta em gravidez precoce estraga toda uma vida. Este jogo é só um exemplo disso. Mas o pior é que elas ficaram tão afoitinhas que só caem pra realidade quando são pegas por um bandido, um estuprador, um malandro boa pinta ou gentleman gigolô dessas esquinas da vida.

parabolas disse...

Como você falou aí: ...e já existe muita gente usando e gostando É a consequencia da tal inversão de valores da nossa 'interessante' sociedade moderna.

Triste. Muito triste.

Odette disse...

Neto,
Fazer apologia dos mais hediondos crimes é algo nauseante. Já escrevi sobre a banalização da pedofilia e parece que isto está se estendendo também ao estupro. Castração dos autores dos jogos seria uma pena que bem convinha a eles.
Abraços,
Odette

C. disse...

Nossa, produzir e comercializar um jogo que incita esses crimes é o fim da rosca. Seriam os japoneses traumatizados sexualmente para criarem um game desses??? hohoho

Philip Rangel disse...

Isso é crime...e isso vai da uma polemica ainda..pq muitos tiram o virtual e passam pro real...

affe

Daniel disse...

A questão é: como o Ministério da Justiça deixa ser comercializado um trem desses? Um abraço.

http://contesta-acao.blogspot.com

Perlato do Zona Nerd disse...

Inaceitável...

Jogar GTA por ter prazr em matar a negada eu já acho meio suspeito, mas o forte é que o jogo naum foca nisso...

Mas fazer um jogo que a ação principal é estupro e pedofilia...já é demais!

Naum sei como naum generalizar, mas japonês é um povo bem perturbado...

4urea disse...

mas esse jogo já é até antigo...

Kaito-dono disse...

Que se foda esta merda, so pqp o jogo tem este tema não quer dizer que so cara que jogão este tipo de jogo vai sair estuprando tudo que é menininha por ai, eu acho o seguinte que jogo não transforma ninguém a pessoal faz simplesmente o que ela que, mas falo isso não quer dizer que eu jogue e nem nada disso "pos não gosto de jogos deste gênero meu lance é mas MMO e GPG" mas tem quem goste e acho que quem joga estes tipos de jogos não pensa em relação ao estrupo e nem nada disso mas sim no simples fato que ira rolar o SEXO.

Postar um comentário

- Comente, é sempre bom saber sua opinião.
- Comentários ofensivos ou mal educados não serão publicados.
- Comentários anônimos serão publicados se relevantes.
- Para criticar, sugerir ou elogiar, vá aqui.